Irmã do assassino de Eloá sofre tentativa de homicídio na Grande SP

Atendente foi baleada três vezes ao ir para o trabalho

Alfredo Henrique
São Paulo | Agora

A atendente Lindomar Fernandes Alves, 48 anos, foi baleada três vezes quando ia para o trabalho na quarta-feira (23), por volta das 5h40, em Santo André (ABC). Ninguém foi preso. 

A vítima é irmã do ex-motoboy Lindemberg Alves, condenado pela morte da namorada Eloá Pimentel, em 2008, também em Santo André.

Segundo fontes policiais envolvidas no caso, já foi descartada uma possível vingança, por conta do crime cometido pelo irmão da vítima, como motivação para o crime. A SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), disse que a atendente foi ferida na cabeça, no tórax e no pescoço. O estado de saúde dela é estável.

Aos 15 anos, Eloá Pimentel foi morta em 2008, após ter sido mantida em cárcere privado por quatro dias no apartamento onde morava, em Santo André (Grande SP).

Em 2012, Lindemberg foi condenado a 98 anos de prisão pelo crime. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.