Descrição de chapéu Obituário Israel Nussenzveig (1925 - 2019)

Mortes: Pioneiro na nefrologia no Brasil, encontrou o amor em Bruxelas

Filho de imigrantes poloneses, Israel fundou a Sociedade Brasileira de Nefrologia

São Paulo

Israel nasceu na Polônia, em 1925, quando a Europa vivia um período difícil depois da Primeira Guerra Mundial e sem saber que a Segunda se aproximava. Os pais, judeus, resolveram que o melhor seria ir embora. O antissemitismo começava, como os familiares que ficaram no país sentiriam depois.

O menino, no entanto, só foi registrado em São Paulo, com data de nascimento de 1923, para que pudesse entrar mais cedo na escola. Mais velho de três irmãos, Israel era sério, estudioso e sempre foi o primeiro da turma.

Em 1948, estava formado pela Faculdade de Medicina da USP. Cinco anos depois, partiu para Paris com a oportunidade de se especializar. Durante os dois anos que passou na Europa, ele ainda viveu em Bruxelas, onde encontrou seu destino.

No hospital onde estudou na capital belga, conheceu a médica Monique. Os dois se apaixonaram e começaram a fazer planos de se casar. Os pais dela, de família influente, porém, não aceitaram e Israel acabou expulso do país. Monique deixou tudo para trás e partiu para encontrá-lo apenas com a roupa do corpo.

Em 1955, de volta ao Brasil, começaram um casamento que duraria 64 anos, com quatro filhos. Entre eles, Paula, médica como os pais. "Eu quis ser médica desde criancinha. Tenho muito orgulho do meu pai. Ele era admirável", diz.

Aqui, Nussenzveig se destacou como um dos pioneiros da nefrologia. Ajudou com o início do setor de doenças renais do Hospital das Clínicas, participou da equipe que trouxe o primeiro aparelho de hemodiálise ao país e foi fundador da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Entre os estudos assinados por ele, está o da síndrome nefrótica, que rendeu um livro onde o professor da USP analisava a relação proteína/creatinina na urina.

O médico morreu no dia 15 de janeiro, aos 93 anos, de causas naturais. Deixou a esposa, quatro filhos e quatro netos.


coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas​​​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.