Zona leste de SP terá rua sem carros às sextas-feiras de julho

Projeto que já funcionava no centro de São Paulo irá para Artur Alvim

São Paulo

Primeiro foi a avenida Paulista, depois ruas do centro de São Paulo. E, neste mês de julho, será a vez da rua Dr. Campos Moura, na zona leste, de ter restrições de acesso a carros e motos uma vez por semana.

A ideia, ainda provisória, é de dar mais espaço para quem se locomove a pé, de bicicleta ou de transporte público pela rua que fica em uma das saídas da estação Artur Alvim do Metrô. 

As restrições ocorrerão às sextas-feiras de julho na rua Dr. Campos Moura, entre as ruas Maria Eugênio Celso e Peixoto Werneck, nos dois quarteirões mais próximos da principal saída da estação de Metrô. A restrição não vale para táxis e ônibus.

Movimentação de passageiros em frente à estação Artur Alvim do Metrô
Movimentação de passageiros em frente à estação Artur Alvim do Metrô - Folhapress

Segundo a Subprefeitura da Penha, a alteração no trânsito foi conversada com a população local desde maio. O bloqueio da rua para carros e motos é um teste para possíveis intervenções mais duradouras. 

A depender da análise da prefeitura sobre essas sextas-feiras, é possível que o bloqueio a carros e motocicletas ali seja permanente. Isso só será decidido em agosto, quando também deve começar a segunda etapa de intervenções com o alargamento de calçadas, conferindo mais espaço para pedestres. 

A medida é uma das ações da prefeitura para gerar um trânsito mais calmo na cidade. A política visa equilibrar melhor o espaço usado por carros e por pedestres nas vias e minimizar acidentes. 

A cidade de São Paulo teve em 2018 alta no número de vítimas de trânsito. Foram 849 mortes, a maioria delas de motociclistas e de pedestres. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.