Descrição de chapéu Obituário Regirlene Rolim Guimarães (1957 - 2019)

Mortes: Foi primeira mulher diretora de Redação na Paraíba

Lena foi secretária de Comunicação e escrevia coluna sobre política

São Paulo

A personalidade forte, a dedicação ao trabalho e o humor ácido eram características marcantes de Regirlene Guimarães, a Lena. 

Nascida em Cajazeiras, no sertão da Paraíba, radicou-se na capital do estado. Entrou na década de 80 no Sistema Correio de Comunicação, onde foi de repórter a primeira mulher diretora de Jornalismo da empresa. Nos últimos tempos, assinava uma coluna de política. 

 Regirlene Rolim Guimarães (1957-2019)
Regirlene Rolim Guimarães (1957-2019) - Arquivo pessoal

“Era a primeira pessoa da Redação a acordar e a última a dormir”, diz Sony Lacerda, colega de trabalho e amiga de Lena. “Ela gostava de participar de tudo. Muita gente a via como uma pessoa durona. Não alisava, não.”

Foi também secretária de Comunicação do estado, durante a gestão de José Maranhão (MDB), e trabalhou para a Folha

Reunir pessoas queridas para tomar um bom vinho era uma das atividades preferidas. Mas a bebida da qual mais gostava era café: não podia faltar na mesa de jeito algum. 

Também gostava de praticar corrida quando tinha uma brecha no trabalho. Na praia, de preferência. 

Morreu na segunda (18), aos 62 anos, em decorrência de um câncer no pâncreas. Foi velada na cidade de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa. Deixa o filho, Daniel, e irmãos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br
 
Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.