Descrição de chapéu Obituário Ronaldo Martins Junqueira (1947 - 2019)

Mortes: Jornalista e empreendedor, trilhou o caminho do sucesso

Ronaldo Martins Junqueira passou pelo Diário de Brasília, Correio Braziliense e Jornal do Brasil

São Paulo

A ousadia, as opiniões fortes e a capacidade de envolver as pessoas só poderiam ter levado Ronaldo Martins Junqueira ao caminho do jornalismo. Em pouco tempo, tornou-se um gigante na profissão e descobriu que também tinha espírito empreendedor.

Ronaldo nasceu em Buriti Alegre (GO), mas foi em Brasília que a carreira jornalística se solidificou. Em 1967, seu primeiro degrau rumo ao sucesso foi na reportagem do carioca Última Hora, que tinha sucursal na capital federal.

Depois, teve passagens pelo Diário de Brasília, Correio Braziliense e Jornal do Brasil.

Ronaldo Martins Junqueira (1947-2019)
Ronaldo Martins Junqueira (1947-2019) - Arquivo pessoal

Quando o lado empreendedor falou mais alto, fundou o semanário Jornal da Comunidade e o diário Jornal Coletivo. Ambos circularam até meados de 2015.

"A melhor descrição do meu pai é a palavra dedicação. Ele sempre foi muito dedicado ao trabalho e ensinou os filhos a serem assim. Tudo o que sou hoje devo a ele", diz um deles, o empresário Pedro Henrique Franco Junqueira, 35.

Generoso, ajudava a todos. Seu jeito carinhoso atraiu muitos amigos. No jornalismo, era atuante nos campos da política e a economia. Acompanhava os bastidores das notícias em Brasília, o que servia como grande motivação. 

Depois da política, o futebol dominava suas emoções. Torcedor do Palmeiras, usava a camisa do time e assistia a todos os jogos.

"Meu pai enfrentou diversas dificuldades. Recomeçou e nunca perdeu a garra e a vontade. A grande lição que ele nos deixou foi nunca desistir das coisas", afirma Pedro.

Ronaldo Martins Junqueira morreu no dia 9 de dezembro, aos 72 anos, de infecção generalizada. Divorciado, deixa quatro filhos e cinco netos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br
 
Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.