Descrição de chapéu Obituário Maria Yolanda Pinto Varella (1920 - 2020)

Mortes: Preservou o passado com memórias, poemas e doçura

Conhecida como vó Cota, Maria Yolanda Pinto Varella foi a inspiração para o jornal mensal que conta a história da família

São Paulo

O coração de Maria Yolanda Pinto Varella, chamada carinhosamente de vó Cota ou Maricota, resolveu descansar no dia 10 de março. Após viver 99 anos, parou. Nele estavam armazenadas muitas lembranças.

Durante 30 anos, no mínimo, vó Cota reuniu a família para o café da tarde mais gostoso e aconchegante da cidade de Cachoeira Paulista (212 km de SP), onde nasceu e viveu.

Às vezes, a atração principal da mesa era o tradicional bolo de banana. Só a vó Cota sabia prepará-lo de um jeito especial, com doses exageradas do amor que sentia por todos.

Maria Yolanda Pinto Varella (1920-2020) com a neta Claudia Varella (esq.) e a bisneta Luisa Varella
Maria Yolanda Pinto Varella (1920-2020) com a neta Claudia Varella (esq.) e a bisneta Luisa Varella - Arquivo pessoal

O encontro familiar foi um compromisso diário, segundo a neta, a jornalista Claudia Varella, até ela sofrer um acidente e quebrar o quadril, em 2015. Depois, a missão passou a um dos filhos.

Após cirurgia e sessões de fisioterapia, ela se recuperou, mas deixou de ser ativa. Aos poucos, parou de caminhar e diminuiu a frequência com a qual lia jornais e livros e fazia palavras cruzadas.

Há 14 anos, vó Cota inspirou a criação do jornal Tamanho Família. Foi fonte e personagem. Nada era publicado sem o seu aval. Ela usava a mente, o coração e suas anotações para lembrar dos fatos que envolviam a família. "Vó Cota era nostálgica e nutria ligação forte com o passado", conta Claudia.

Seu caderno de anotações guardava uma imensidão de números que faziam marcações na linha do tempo da família, além de poemas, pensamentos e memórias.

Criada numa família aristocrática, vó Cota era elegante, discreta e educada. Filha de um fazendeiro, foi a mais velha de três irmãos. Casou-se com o amor de sua vida, Nelson Varella, e teve dois filhos, Nelson e Carlos.

Maria Yolanda Pinto Varella morreu no dia 10 de março, aos 99 anos. Além dos dois filhos, deixa sete netos, 11 bisnetos e três trinetos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.