Descrição de chapéu Coronavírus

Campo Grande reabre comércio, mas impõe restrições diante de coronavírus

Repartições municipais também voltam a abrir; shoppings, galerias e feiras continuam proibidas, e toque de recolher noturno foi estendido

Curitiba

Após prolongar o toque de recolher noturno aos moradores até o dia 19 de abril, a prefeitura de Campo Grande (MS) decidiu reabrir a maior parte do comércio e estabelecimentos de serviços local a partir desta segunda-feira (6). As repartições públicas municipais também serão reabertas.

Seguindo algumas regras preventivas ao novo coronavírus, quase todas as atividades podem retomar o trabalho, mas ainda estão suspensos alguns setores específicos, como escolas, feiras, shoppings, galerias de lojas e casas noturnas.

Independentemente da atividade, locais de atendimento ao público funcionarão com 30% da capacidade.

Apesar da liberação, a prefeitura também recomendou que o comércio e o setor de serviços restrinjam o horário de funcionamento das 9h às 16h30. Deve haver ainda controle de acesso às lojas para evitar aglomerações e os clientes não poderão provar peças de vestuário.

A prefeitura também exigiu a demarcação de distanciamento mínimo de 1,5 metro em filas. Máquinas de pagamento deverão ser higienizadas após cada uso.

Segundo a prefeitura, uma força-tarefa de 470 servidores está nas ruas a partir desta segunda-feira para fiscalizar o cumprimento das regras.

Outros serviços, como lojas de material de construção, lotéricas, agências bancárias, setor industrial e a construção civil foram autorizados a funcionar ainda na semana passada.

A recomendação é que funcionários que utilizam transporte coletivo utilizem máscaras de proteção na ida e volta do trabalho. Devem ser ajustados horários diferenciados de entrada e saída de empregados para reduzir o número de pessoas circulando e utilizando ônibus ao mesmo tempo.

Para atender o aumento de fluxo de usuários, o transporte coletivo da cidade terá a frota ampliada de 33 para 250 ônibus, com circulação entre 5h e 21h30. Todos os usuários terão de viajar sentados e os veículos deverão transitar com as janelas abertas.

Os cartões de gratuidade de ônibus para idosos e estudantes e o transporte individual de passageiros por mototáxi continuam suspensos na cidade.

A prefeitura da capital de Mato Grosso do Sul havia instituído toque de recolher para os moradores desde 25 de março. O decreto foi prorrogado até o dia 19 de abril. A não ser de forma justificada e entre os trabalhadores de serviços essenciais, ninguém pode transitar na rua entre 22h e 5h.

O plano de reabertura das atividades comerciais de Campo Grande prevê ainda que, a partir da próxima segunda-feira (13) serão retomadas outras atividades, como o mercadão e o camelódromo da cidade.

Até a publicação desta reportagem, o estado tinha registro de 66 casos de contaminação e uma morte em decorrência da Covid-19. No país, somam-se 553 óbitos e 12.056 infectados.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.