Descrição de chapéu Obituário Antonia Francisca da Conceição (1927 - 2020)

Mortes: Fã de Luiz Gonzaga, viajou com alegria e encontrou a paz

Antonia Francisca da Conceição foi líder comunitária sem se envolver com política

São Paulo

Os olhos verdes marcantes também foram corajosos. Antonia Francisca da Conceição nasceu na cidade pernambucana de Arcoverde, conhecida como a primeira porta do sertão no estado de Pernambuco. Conheceu um repentista e casou-se por lá.

Anos depois, o casal —já com duas filhas —decidiu se mudar para o estado de São Paulo. O percurso foi difícil, num pau de arara.

“A minha avó nunca se lembrou disso como algo triste. A cara parada, ela arrumava as crianças e todos iam para a cidade. As pessoas se encantavam com as meninas e também com o marido repentista e ajudavam”, conta uma das netas, a jornalista Selma Viana, 54. Das 15 gravidezes, seis crianças sobreviveram.

Antonia Francisca da Conceição (1927-2020) com a bisneta e o tataraneto
Antonia Francisca da Conceição (1927-2020) com a bisneta e o tataraneto - Arquivo pessoal

Em São Paulo, Antonia morou em alguns bairros, como Mooca, Bresser e Vila Prudente (zona leste) e Brás (centro), e foi dona de pensões.

Apesar de analfabeta, era despachada e proativa. Essas qualidades ajudaram-na a aprender a se virar sozinha na cidade grande. Aos 47 anos, ficou viúva e com a missão de cuidar da família.

Tornou-se uma “faz tudo” conhecida. De briga de casal a partos, Antonia era a primeira opção quando a população precisava de ajuda.

“Minha avó foi líder comunitária sem saber o que era isso e nem se envolver com a política formal”, diz Selma.

Há 20 anos mudou-se para Taubaté (140 km de SP). Festeira e forrozeira fã de Luiz Gonzaga, Antonia era pura diversão. Poderia ser a personagem da canção do seu ídolo Luiz Gonzaga, A Vida de Viajante. Como gostava das cantorias!

Famosa em Taubaté, suas festas de aniversário —na véspera de São João— eram consideradas eventos. Amigos e familiares de São Paulo reservavam hotéis para comemorarem a data com Antonia. Sua casa era o ponto de encontro com a alegria.

Antonia Francisca da Conceição morreu dia 5 de abril, aos 92 anos, por complicações da idade. Viúva, deixa cinco filhos, 17 netos, 25 bisnetos e um tataraneto.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.