Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2011 - 08h00

Estação Butantã abrirá no dia 28 e terá linha direta para USP

Publicidade

JAMES CIMINO
DE SÃO PAULO

Prevista para ser inaugurada no próximo dia 28, a estação Butantã da linha 4-amarela do Metrô paulistano trará algumas mudanças ao sistema de ônibus da região.

Assim que a estação entrar em operação, a SPTrans, responsável pelo transporte municipal, colocará em circulação duas linhas de ônibus ligando o terminal urbano anexo à nova estação.

A primeira, chamada Butantã-USP, fará a ligação entre o metrô e a Cidade Universitária. A segunda, batizada de Butantã-Luz, circulará pelo corredor da avenida Rebouças com destino à estação da Luz.

A operação da nova linha será provisória. Segundo a SPTrans, essa linha só funcionará até que a estação Luz da linha 4 seja inaugurada -a previsão é para o segundo semestre.

TUDO PAGO

Em outubro do ano passado, cogitou-se a criação de uma linha circular, gratuita para alunos e funcionários, que ligaria o campus ao metrô Butantã, ao largo da Batata e à estação Hebraica-Rebouças da CPTM.

Segundo a assessoria de imprensa da USP, no entanto, o projeto de gratuidade não foi possível devido ao custo operacional da linha. O trajeto da nova linha Butantã-USP terá uma extensão de 16 km e percorrerá os principais pontos campus.

Segundo estimativa da SPTrans, a linha será atendida por sete veículos, com intervalo inicial entre ônibus próximo a seis minutos. Os circulares gratuitos e gerenciados pela USP continuarão seu trajeto normal, assim como as atuais linhas regulares da SPTrans que trafegam pelo campus.

A despeito da incerteza das datas de inauguração das novas estações da linha 4, que já foram adiadas diversas vezes por causa de atrasos nas obras, o Metrô afirma que o cronograma de operações para primeiro semestre será mantido.

PINHEIROS

A Folha apurou que, em abril, deve ser aberta a estação Pinheiros, cuja integração com a linha 9 da CPTM deve acontecer em maio. E, ao fim do semestre, o trecho entre Paulista e Butantã será operado em horário normal: das 4h40 à 0h.

A SPTrans informou ainda que, quando a estação Butantã estiver operando em horário normal, realizará novos estudos de demanda para verificar se haverá necessidade de diminuir ou fracionar linhas que hoje ligam a zona oeste ao centro.

Colaborou ALENCAR IZIDORO

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página