PUC-SP abre cursos de jogos digitais, ciência de dados e inclusão

Universidade terá seis novos cursos para o vestibular deste ano

Angela Pinho
São Paulo

A PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo criou seis novos cursos de graduação com vagas disponíveis já para o vestibular deste ano.

Quatro deles farão parte da recém criada Faculdade de Estudos Interdisciplinares, que começa a funcionar em 2020 no campus Monte Alegre, em Perdizes (zona oeste de SP): ciência de dados e inteligência artificial; gestão de práticas inclusivas; tecnologia e processos gerenciais; e políticas públicas.

A nova graduação de ciências socioambientais será oferecida pela Faculdade de Ciências Sociais, no mesmo campus. Já a de jogos digitais, que já existe como curso tecnológico de dois anos na unidade da rua Marquês de Paranaguá (Consolação), vira bacharelado com o dobro da duração.

Segundo a reitora Maria Amalia Andery, a ampliação de opções no vestibular faz parte de uma nova fase da universidade, que, após grave crise financeira, há três anos deixou de fechar as contas no vermelho. “Estabilizada a PUC, é hora de ela voltar a crescer”, diz.

Ela afirma que os novos cursos deverão contar com metodologias que vêm ganhando espaço na educação superior, com maior protagonismo dos alunos, como o ensino por projetos.

Símbolo dessa ideia, a Faculdade de Estudos Interdisciplinares deverá ficar no edifício do campus Monte Alegre conhecido como prédio novo. De acordo com Maria Amalia, o local exato ainda está sob estudo.
Ela afirma ainda que parte dos professores das novas graduações serão os que já lecionam na PUC, mas haverá contratações, em número ainda a definir.

A reitora diz que, apesar de o déficit financeiro ter sido equacionado, são motivos de preocupação os cortes nas bolsas de pesquisa promovidos pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) e os projetos no Congresso que reduzem ou retiram a isenção tributária para instituições como a PUC.

Para mitigar o efeito dos cortes na pós-graduação, a universidade decidiu manter o subsídio a programas de pós-graduação que tiveram novos benefícios cortados. Os alunos desses cursos terão que arcar com o valor que a Capes pagava, mas a PUC irá bancar o valor restante das mensalidades. A universidade trabalha ainda em um novo programa para oferecer bolsas por mérito.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.