Editora Mol firma parceria com Quebrando o Tabu e inova para lançar livro

'Livres e Iguais!' fala sobre direitos humanos e reverterá doação para dez organizações sociais

Cristiano Cipriano Pombo
São Paulo

A Editora Mol, liderada por Roberta Faria e Rodrigo Pipponzi, vencedores do Prêmio Empreendedor Social 2018 e integrante da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais, em parceria com Quebrando o Tabu e a ONG Nossas, lança o projeto "Livres e Iguais!".

Trata-se de um livro para celebrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que traz 30 cartões-postais destacáveis, ilustrados por artistas brasileiros e acompanhados por textos que explicam cada um dos artigos de forma didática.

O livro "Livres e Iguais!", produzido em parceria por Editora Mol e Quebrando o Tabu
O livro "Livres e Iguais!", produzido em parceria por Editora Mol e Quebrando o Tabu - Divulgação

Comum a todas as publicações produzidas pela Editora Mol, que já doou mais de R$ 28 milhões para 52 organizações sociais com seus projetos socioeditoriais, "Livres e Iguais!" será revertido em doação para o movimento #NinguémFicaPraTrás, que apoia grupos vítimas de crimes de intolerância e ódio, como mulheres, negras e negros, LGBTQ+, povos indígenas e refugiados. Ao todo dez organizações serão beneficiadas com o repasse da publicação.

Estão abertas as inscrições no Prêmio Empreendedor Social 2019! Inscreva-se

A novidade, agora, é que a publicação será produzida por meio de um financiamento coletivo, na plataforma Catarse. A cota mínima, de R$ 25, assegura ao comprador uma cópia impressa do livro entregue com frete grátis (no Brasil) e a doação para o movimento. 

"Até pouco tempo atrás, o financiamento coletivo atendia, sobretudo, pequenos projetos de produtores independentes. Para negócios como os da MOL, as arrecadações eram baixas para os custos de produção profissional e de larga escala. Mas, nos últimos dois anos, isso mudou, e cresceram os projetos de livros nessas plataformas, inclusive de de editoras do mercado, como Aleph e Wish, com arrecadações surpreendentes, que viabilizam produções como as nossas", afirma Roberta Faria.

O livro "Livres e Iguais!", que trata dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos
O livro "Livres e Iguais!", que trata dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos - Divulgação

Segundo ela, 60 pessoas se envolveram na produção do livro —todas remuneradas—, e o plano da Editora Mol e do Quebrando o Tabu é arrecadar R$ 125 mil para imprimir 10 mil exemplares. Para isso, o projeto foi cadastrado na plataforma Catarse até 8 de maio. "O Catarse nos procurou em 2018 para apresentar esse novo mercado. Ficamos encantados com a possibilidade de ter outra maneira de financiar e distribuir publicações em bom volume, sem passar pelo varejo. Isso nos ajudou a viabilizar outros projetos", afirma Roberta.

Estão abertas as inscrições no Prêmio Empreendedor Social de Futuro 2019! Inscreva-se 

A ideia do projeto surgiu em face do momento político vivido no país no ano passado, no qual pesquisa do Instituto Ipsos revelou que 94% dos brasileiros já ouviram falar de direitos humanos, mas só 9% mostraram entender que eles beneficiam toda a sociedade. Dentro do projeto, a Mol cuida da produção e do modelo de negócio, e Quebrando o Tabu se encarrega da criação e divulgação.

Estão abertas as inscrições no Troféu Grão 2019! Inscreva-se 

Para angariar mais verba, quem comprar cotas acima de R$ 25 receberá, além do livro, produções especiais cocriadas com artistas que participaram do livro, como Laerte (cartunista da Folha), Thereza Nardelli (autora de "Ninguém solta a mão de ninguém"), Camila Rosa (ilustradora que retrata o empoderamento feminino), André Dahmer (cartunista da Folha), Marcos Xotoko (designer) e Ana Matsusaki (ilustradora).  Entre eles produtos extras estão pôsteres, sacolas, bótons, adesivos, bandeira e artes assinadas.

  •  Livro: 'Livres e Iguais! – A Declaração Universal dos Direitos Humanos em 30 cartões ilustrados para destacar'
  • Realização: Editora Mol e Quebrando o Tabu
  • Período da campanha de financiamento coletivo: até 8 de maio
  • Onde comprar o livro: catarse.me/livreseiguais 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.