Parceria de empresas leva auxílio a 10 mil famílias do Heliópolis

Instituto GPA e Ultragaz doaram mais de 7.000 kg de itens de higiene aos moradores da comunidade

São Paulo

A Ultragaz e o Instituto GPA, braço social do grupo controlador das marcas Extra, Pão de Açúcar, Assaí e Compre Bem, firmaram uma parceria para auxiliar famílias da comunidade de Heliópolis, em São Paulo, que estão em situação de vulnerabilidade social em meio à pandemia da Covid-19.

Na ação, o Extra, rede de supermercados pertencente ao GPA, doou 20 mil itens de higiene, e a Ultragaz foi a responsável pela logística de entrega aos moradores da comunidade, com o apoio da Central Única das Favelas (Cufa).

Mais de 10 mil famílias foram beneficiadas com os produtos, essenciais para o combate ao coronavírus.

O Instituto GPA afirma que sempre pautou suas iniciativas em prol do desenvolvimento social e, neste momento, está empenhado em contribuir ainda mais com a população que se encontra em situação de risco. A instituição atua por meio de distribuição de cestas básicas, arrecadações em lojas, apoio a fundos emergenciais e doações para mais de 350 instituições no Brasil.

Para ampliar essa rede de solidariedade, a companhia se uniu à Ultragaz, que também possui ações emergenciais para a prevenção e combate à Covid-19 e também já arrecadou itens de higiene, cestas básicas, botijões, cargas de gás e quantias em dinheiro para doações.

Em parceria com o Instituto GPA, Ultragaz distribuiu mais de 7 toneladas de itens de higiene na comunidade do Heliópolis, em São Paulo
Em parceria com o Instituto GPA, Ultragaz distribuiu mais de 7 toneladas de itens de higiene na comunidade do Heliópolis, em São Paulo - Divulgação

“Nesse momento é muito importante unirmos esforços para contribuir com as comunidades no combate à Covid-19. Foi com esse objetivo em comum que a Ultragaz, o Instituto GPA e a Cufa se uniram para fazer chegar até as famílias de Heliópolis essa doação”, afirma Daniela Gentil, Gerente de Sustentabilidade da Ultragaz.

O Instituto Baccarelli também lança um alerta e um apelo sobre as dificuldades que cerca de 200 mil pessoas da comunidade de Heliópolis estão enfrentando por conta dos efeitos da pandemia.

O Instituto, responsável por criar a primeira orquestra do mundo em uma favela, busca minimizar esse cenário por meio da campanha "Tocando Juntos por Heliópolis", que já arrecadou 97 toneladas de alimentos e R$ 239 mil para ajudar a comunidade.

Os recursos arrecadados ainda são insuficientes para atender toda a demanda, por isso a campanha continua aberta. Contribuições de qualquer valor podem ser enviadas pelo site da instituição.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.