Descrição de chapéu Rio de Janeiro Coronavírus

Com chegada de vacinas, Rio agora quer vacinar idosos acima de 75 anos

Meta é imunizar essa faixa etária em fevereiro e as pessoas com mais de 60 anos em março

Rio de Janeiro

Com a chegada de novas remessas da vacina, a cidade do Rio de Janeiro decidiu antecipar seu calendário e imunizar todos os idosos de 75 anos ou mais até o final de fevereiro. Antes, o plano era incluir apenas a população a partir de 80 anos neste prazo.

O novo cronograma também prevê que as pessoas de 60 anos ou mais recebam a primeira dose até o fim de março. "A meta é ousada, mas estamos trabalhando para isso", afirmou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, por meio de nota.

Cada semana abrange uma faixa etária, e cada dia corresponde a uma idade. Nesta semana, são os idosos de 90 anos ou mais. Na próxima, os de 85 anos ou mais. Na terceira semana do mês, a vez será de quem tem a partir de 80 anos. E na última semana, a partir de 75 anos.


CALENDÁRIO DA VACINAÇÃO NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

1.fev - Pessoas a partir de 99 anos
2.fev - Pessoas a partir de 98 anos
3.fev - Pessoas a partir de 94 anos
4.fev - Pessoas a partir de 92 anos
5.fev - Pessoas a partir de 90 anos
6.fev - Pessoas a partir de 90 anos

8.fev - Pessoas a partir de 89 anos
9.fev - Pessoas de 88 anos
10.fev - Pessoas de 87 anos
11.fev - Pessoas de 86 anos
12.fev - Pessoas de 85 anos
13.fev - Pessoas a partir de 85 anos

15.fev - Pessoas de 84 anos
16.fev - Pessoas de 83 anos
17.fev - Pessoas de 82 anos
18.fev - Pessoas de 81 anos
19.fev - Pessoas de 80 anos
20.fev - Pessoas a partir de 80 anos

22.fev - Pessoas de 79 anos
23.fev - Pessoas de 78 anos
24.fev - Pessoas de 77 anos
25.fev - Pessoas de 76 anos
26.fev - Pessoas de 75 anos
27.fev - Pessoas a partir de 75 anos


Segundo a gestão Eduardo Paes (DEM), a cidade recebeu 134.580 novas doses da Coronavac nesta terça (2). Cerca de 2% dos cariocas foram imunizados até agora (mais de 140.000 pessoas). A etapa dos idosos asilados e das pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência já foi concluída.

Também fazem parte dos grupos prioritários os profissionais de saúde da linha de frente contra a Covid-19 e os envolvidos na campanha de vacinação. Mais recentemente, foram contemplados também todos os profissionais de saúde e do sistema funerário com 60 anos ou mais​.

A aplicação está sendo feita nas 236 clínicas da família e centros municipais de saúde, além de postos drive-thru em locais como o Sambódromo, o Parque Madureira, o Estádio do Engenhão, o Parque Olímpico e os campi da Uerj (universidade estadual) e da UFRJ (universidade federal).

A recomendação é que as pessoas sejam imunizadas nas suas unidades de saúde de referência, que podem ser verificadas no site Onde Ser Atendido. Os idosos acamados também devem procurar seu local na página e entrar em contato com a equipe, que fará o cadastro e passará as orientações.

O estado do Rio enviou para todos os seus municípios um total de 244 mil doses nesta terça. Segundo a gestão do governador em exercício Cláudio Castro (PSC), elas correspondem à segunda dose da Coronavac que foi entregue no dia 19 de janeiro.

A prefeitura da capital não explicou se é essa a remessa que vai usar para aplicar as primeiras doses em idosos a partir de 75 anos neste mês.

Um novo carregamento, com mais 42 mil doses de Coronavac, ainda será enviado pelo estado às cidades para que elas sejam utilizadas como primeira dose. A quantidade referente à segunda dose para essas pessoas está reservada e será encaminhada dentro do intervalo recomendado de 21 dias.

Outras 7.350 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca também serão mandadas para unidades de saúde da rede estadual e militar. Elas vão reforçar a imunização dos trabalhadores de saúde da linha de frente da Covid-19.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.