Descrição de chapéu Coronavírus

SP retoma vacinação de grávidas e anuncia imunização de pessoas a partir de 45 anos com comorbidades

Imunização dos grupos ocorrerá a partir da próxima semana no estado, anunciou Doria

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (12) que retomará a vacinação de grávidas e puérperas com comorbidades na próxima semana em São Paulo. Ele também anunciou o início da imunização de pessoas com comorbidades entre 45 e 49 anos.

A vacinação de grávidas com comorbidades e puérperas com comorbidades deveria ter começado nesta semana, mas foi suspensa após o Ministério da Saúde decidir interromper temporariamente o uso da vacina AstraZeneca/Oxford em gestantes e puérperas no país após recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Na terça, o Ministério da Saúde decidiu restringir a vacinação às mulheres com comorbidades e às vacinas Coronavac e Pfizer.

Por isso, a vacinação do grupo em São Paulo acontecerá a partir de segunda-feira (17), com doses das vacinas do Butantan e da Pfizer. São 100 mil pessoas ao todo.

Além disso, a partir do dia 21 será feita a vacinação de pessoas com comorbidades entre 45 e 49 anos —um total de 670 mil pessoas. Na mesma data começará a vacinação de pessoas com deficiência permanente, que façam uso do benefício de prestação continuada, que esteja nessa mesma faixa etária. O contingente é de 695 mil pessoas.

Os grupos com comorbidades devem apresentar comprovantes da condição de risco por meio de exames, receitas, relatórios ou prescrições médicas. Cadastros já existentes nas unidades básicas poderão ser usados.

No caso das pessoas com deficiência permanente, é preciso apresentar o comprovante do BCP.

Gestantes têm de mostrar comprovante de estado gestacional. No caso das puérperas, é preciso apenas da declaração de nascimento da criança.

O governo também anunciou que estações da CPTM e Metrô, além de terminais de ônibus da EMTU, terão postos de vacinação contra coronavírus para aplicação da primeira dose dose em todos os grupos prioritários previstos no Plano Estadual de Imunização.

A partir desta quinta-feira (13), haverá postos quatro estações da CPTM: Guaianases ( Linha 11-Coral), São Miguel Paulista, Jardim Helena-Vila Mara e Itaim Paulista, na Linha 12-Safira. Além disso, também haverá postos na estação Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha do Metrô) e no Terminal de Ônibus São Mateus da EMTU. O horário de funcionamento será das 9h30 às 17h.

A partir de 17 de maio, haverá vacinação também nas estações República, Pinheiros e Butantã, da Linha 4-Amarela.

Doria disse também ter conversado com o embaixador da China, Yang Wanming, para pedir a liberação de insumos que aguardam liberação naquele país para a produção de mais doses da Coronavac. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez críticas aos chineses.

"O governo brasileiro deveria pedir desculpas à China pelas manifestações erráticas que fez em relação ao governo da China, ao povo Chines e à própria vacina", disse Doria.

A partir desta semana, não haverá mais insumos para produzir a Coronavac no país, e o cronograma de junho pode ficar prejudicado, segundo informou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan na última segunda-feira (10).

Covas afirmou que um lote estava previsto inicialmente para exportação até o dia 13. Após reunião com executivos da fábrica Sinovac, o instituto disse que a previsão inicial não vai se cumprir. Atualmente, não há nova previsão de chegada de insumos.

No estado de São Paulo, 102.356 pessoas morreram com coronavírus. A taxa de ocupação das UTIs para Covid é de 78,3% no estado; na Grande SP, o índice é de 76,4%.

Segundo o governo, os novos casos no estado caíram 12,2%, as internações subiram 0,3% e os óbitos caíram 15,6%.

"Esses índices vêm se mantendo há pelo menos três para quatro semanas, mostrando o quanto todas essas obras e mecanismos que foram utilizados no sentido de vacinar e nas estratégias do plano São Paulo impactaram os números, preservando tanto a economia quanto a saúde", disse o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn.

CALENDÁRIO VACINAÇÃO EM SP

Pessoas entre 55 e 59 anos com comorbidades: a partir de 12 de maio

Pessoas com deficiência permanente (BCP) e pessoas com comorbidades entre 50 e 54 anos: a partir de 14 de maio

Grávidas e puérperas com comorbidades acima de 18 anos: a partir de 17 de maio

Motoristas e cobradores: a partir de 18 de maio

Pessoas entre 45 e 49 anos com comorbidades: a partir de 21 de maio

Pessoas com deficiência permanente (BCP) entre 45 e 49 anos: a partir de 21 maio

VEJA AS COMORBIDADES INCLUÍDAS

• Doenças Cardiovasculares
• Insuficiência cardíaca (IC)
• Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e hipertensão pulmonar
• Cardiopatia hipertensiva
• Síndromes coronarianas
• Valvopatias
• Miocardiopatias e pericardiopatias
• Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
• Arritmias cardíacas
• Cardiopatias congênitas no adulto
• Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
• Diabetes
• Pneumopatias crônicas graves
• Hipertensão arterial resistente (HAR)
• Hipertensão arterial - estágio 3
• Hipertensão arterial - estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
• Doença cerebrovascular
• Doença renal crônica
• Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV, doenças reumáticas em uso de corticoides, pessoas com câncer).
• Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
• Obesidade mórbida
• Cirrose hepática

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.