Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/11/2011 - 13h43

Artilheiro da Copa de 1962 pela União Soviética morre aos 76

Publicidade

DA REUTERS

O ex-jogador de futebol russo Valentin Ivanov morreu, aos 76 anos, nesta terça-feira depois de uma longa doença, informou a Associação Russa de Futebol.

Ivanov ajudou a União Soviética a conquistar seu primeiro título internacional na Olimpíada de Melbourne, na Austrália, em 1956, depois de derrotar a Iugoslávia por 1 a 0 na final.

Ele também foi um dos integrantes da equipe que venceu o campeonato europeu em 1960 quando venceu novamente a Iugoslávia por 2 a 1 na prorrogação, em Paris, e foi vice-campeã em 1964, perdendo para a Espanha.

Leonhard Foeger-2.dez.07/Reuters
Valentin Ivanov levanta troféu da Euro-2008; ex-atacante da URSS morreu aos 76 anos
Valentin Ivanov levanta troféu da Euro-2008; ex-atacante da URSS morreu aos 76 anos

O ex-jogador, nascido em Moscou, completaria 77 anos dentro de duas semanas. Ele disputou duas Copas do Mundo e foi um dos artilheiros no Mundial de 1962, com quatro gols. Marcou duas vezes durante o torneio de 1958, na Suécia.

Em 62, a Copa do Chile terminou com seis artilheiros. Além do soviético, os brasileiros Garrincha e Vavá, o húngaro Florian Albert, o iugoslavo Drazen Jerkovic e o chileno Leonel Sánchez.

"Ele estava sofrendo do mal de Alzheimer. Ele estava doente havia bastante tempo", disse a jornalistas Nikita Siminyan, colega de equipe de Ivanov na Olimpíada de 1956.

Ivanov, que recebeu a Ordem de Mérito da Uefa, passou toda a carreira de jogador em um único clube, o Torpedo Moscou, vencendo dois títulos da liga soviética em 1960 e 1965, e a Copa Soviética em 1960. Ele ainda é o maior artilheiro na história do clube, com 124 gols.

Ele foi técnico do Torpedo posteriormente, e levou a equipe à vitória em 1976.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página