Incidente entre técnicos apimenta jogo no Itaquerão, dizem jogadores

Carille se ofendeu porque treinador do São Paulo disse não tê-lo reconhecido

Alex Sabino Diego Garcia
São Paulo

O incidente entre os técnicos Fábio Carille e Diego Aguirre se tornou um componente extra para a partida de volta das quartas de final entre São Paulo e Corinthians, quarta (28), no Itaquerão.

“Isso apimenta mais a partida”, afirma o zagueiro corintiano Henrique.

“É mais um ingrediente de um jogo que sempre é muito quente”, admitiu o volante são-paulino Petros.

Carille não gostou porque Aguirre afirmou não tê-lo reconhecido e por isso não o cumprimentou antes do jogo. 

O desentendimento tirou Carille do sério, algo que foge do seu perfil.

“Se ele não conhece o professor Carille precisa se informar mais”, completou Henrique.

O São Paulo venceu por 1 a 0 e jogará pelo empate para ir à final. O Corinthians terá de ganhar por dois gols de diferença para se classificar. Vantagem mínima levará a definição para os pênaltis.

Carille também foi protagonista de polêmica com Nenê, autor do gol do São Paulo. Ele reclamou de comemoração em frente ao banco de reservas do Corinthians.

“Não foi incitação. Simplesmente aconteceu por estar ali naquele momento”, disse Nenê após a partida. No intervalo, ele afirmou apenas ter encarado Carille porque o treinador o teria xingado.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.