Descrição de chapéu Copa do Brasil

Cambistas vendem ingresso para final da Copa do Brasil pelo dobro do preço

Folha presenciou negociação das entradas no mercado paralelo nos arredores do Mineirão

Luiz Cosenzo
Belo Horizonte

Os cambistas estão soltos nos arredores do Mineirão, palco da primeira partida da final da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Corinthians, marcada para esta quarta-feira (10) às 21h45. A Folha encontrou cinco cambistas vendendo ingressos em um raio de um quilômetro nos arredores da arena mineira.

Ascendendo sinalizadores, torcida do Cruzeiro faz festa no Mineirão antes do início do primeiro jogo da final da Copa do Brasil
Torcida do Cruzeiro faz festa no Mineirão antes do início do primeiro jogo da final da Copa do Brasil - Ueslei Marcelino/Reuters

Eles vendem os bilhetes pelo dobro do preço que era comercializado na bilheteria. O setor vermelho inferior, que era vendido por R$ 150, agora é encontrado no mercado negro por R$ 300.

Os cambistas abordam os torcedores longe da presença da Polícia Militar e da Guarda Cívil.

O Cruzeiro colocou à venda 52.992 ingressos, enquanto a Minas Arena, responsável pela gestão da arena, disponibilizou 7.500 entradas.

A Minas Arena divulgou na terça-feira (9) que ainda existiam 300 ingressos para o setor vermelho, que tem entrada por uma temporada, no valor de R$ 1.200. Ainda de acordo com a gestora, ainda restavam mil bilhetes para a tribuna no valor de R$ 400.

A expectativa é que o confronto entre Cruzeiro e Corinthians quebra o recorde de público do estádio, reinaugurado em fevereiro de 2013 após reformas para a Copa do Mundo de 2014

O maior público da arena foi registrado em outubro de 2017, quando 61.017 pessoas assistiram ao triunfo cruzeirense sobre o Flamengo por 5 a 3, nos pênaltis, após empate no tempo normal por 0 a 0, na segunda partida da decisão da Copa do Brasil. O público pagante, porém, foi 56.467 pagantes.

Antes da decisão da Copa do Brasil de 2017, a maior marca registrada na arena foi a presença de 58.141 pessoas na goleada aplicada pela seleção da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1, pela semifinal do Mundial de 2014.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.