Nike perde US$ 1 bilhão em valor após tênis de estrela universitária rasgar

Zion Williamson se machucou após a sola de seu calçado se desprender

São Paulo | UOL

Um dos jogos mais aguardados da NCAA, a liga americana de basquete universitário, ficou marcado por uma lesão da principal estrela do time de Duke, Zion Williamson, logo no primeiro minuto da partida contra o North Carolina, depois que seu tênis da marca Nike rasgou.

O jogador tentava a infiltração no garrafão quando, ao fazer o breque para tentar se livrar da marcação, viu o a sola do tênis se desprender com o movimento. Sentindo dores no joelho esquerdo, ele deixou a quadra imediatamente. Duke perdeu o jogo por 88 a 72.

Em Wall Street, as ações da Nike operaram em baixa, com queda de 1%, cotadas a US$ 83,95, no dia seguinte ao incidente. Foi a segunda maior queda da empresa na bolsa americana em 2019. Em 3 de janeiro, a ação da empresa caiu 1,31%.

Com a baixa desta quinta-feira, a Nike teve uma perda de cerca de US$ 1 bilhão no seu valor de mercado. 
“Alguns aspectos negativos poderiam afetar a ação da Nike por um tempo, mas o impacto a longo prazo será pequeno”, afirmou Brian Nagel, analista da Oppenheimer, à agência de notícias AFP. 

Em comunicado, a Nike disse que vai trabalhar na identificação do problema no calçado, que era um modelo PG 2.5.

 

“Estamos obviamente preocupados e queremos desejar a Zion uma rápida recuperação. A qualidade e o desempenho de nossos produtos são de extrema importância. Embora seja uma ocorrência isolada, estamos trabalhando para identificar o problema”, disse a companhia em um comunicado.

“Isso é constrangedor para a Nike, mas não terá impacto no negócio da empresa” afirmou Matt Powell, analista do NPD Group, à CNN.

O incidente acontece num momento em que a marca dos EUA enfrenta forte concorrência da Adidas e da Under Armour para atrair nova promessas do esporte nos EUA.

Não é a primeira vez que a Nike é contestada pela qualidade de seus produtos. Em 2017, quando venceu a concorrência da Adidas pelo contrato para vestir as equipes da NBA, houve reclamações de que as camisas da empresa rasgavam com frequência durante os jogos. 

Em 2018, a empresa gastou US$ 11,5 bilhões em marketing e contratos com atletas. A empresa patrocina 85 atletas da liga universitária dos Estados Unidos. 

Zion Williamson é a maior estrela da atual temporada da NCAA e cotado como favorito para ser a primeira escolha do draft da NBA de junho. 

Havia grande expectativa em sua performance em um clássico da liga universitária americana, o que provocou grande interesse no jogo. Os ingressos foram vendidos até por US$ 3.300 (cerca de R$ 12 mil) por cambistas.

A equipe ainda não se manifestou sobre o tempo que o jogador deve ficar afastado por causa do entorse no joelho, mas a cena do tênis rasgando ganhou grande destaque na mídia americana.

Entre os espectadores da partida estava o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que teve a reação flagrada pela transmissão do duelo ao ver a lesão incomum. “Seu tênis rasgou?”, questionou a quem estava do seu lado. 

Astro da NBA, LeBron James também se manifestou pelo Twitter. “Espero que você esteja bem”, escreveu.

O incidente causa preocupação à Nike em meio a uma grande disputa entre marcas esportivas no mercado americano pelos grandes nomes do esporte. Zion Williamson usava um tênis da marca por conta de um acordo da empresa com a universidade de Duke para fornecimento de material.

A Nike ainda enfrentou outro problema na semana, com problemas relatados no aplicativo de um modelo com um sistema de amarração de cadarço automático. 

A lesão de Zion Williamson não é grave. Segundo o médico do Duke, ele teve uma entorse do joelho direito de grau 1. Ainda não há uma previsão de quando ele volta a jogar.  ​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.