Descrição de chapéu São Paulo Campeonato Paulista

Por segurança e TV, semi terá jogo na segunda e irrita Santos

Jogo da volta entre Santos e Corinthians foi marcado para as 20h, no Pacaembu

Vagner Love protege a bola de Victor Ferraz no clássico entre Corinthians e Santos
Vagner Love protege a bola de Victor Ferraz no clássico entre Corinthians e Santos - Santos FC
Toni Assis
São Paulo

A definição da data do jogo de volta da semifinal do Campeonato Paulista envolvendo Santos e Corinthians não agradou aos dirigentes dos dois clubes em reunião realizada nesta quinta-feira na sede da Federação Paulista de Futebol.

A entidade marcou a partida que vai definir um dos finalistas do Estadual para o dia 8 de abril, uma segunda-feira, às 20h, no Pacaembu. O jogo de ida será no próximo domingo (31), às 16h, no Itaquerão.  

Os jogos da outra semifinal, entre Palmeiras e São Paulo, serão no sábado (30), às 18h, no Morumbi, e no domingo (7), às 16h, no Allianz Parque. 

Após o encontro que definiu as datas nesta quinta (28), José Carlos Peres, presidente do Santos afirmou estar insatisfeito com a definição da data. 

“Eu lamento muito, pois não gostei da [partida de volta na] segunda-feira. O jogo merecia uma data como domingo ou sábado, mas a televisão resolveu colocar na segunda e somos obrigados a seguir o rito, pois assinamos um contrato”, afirmou o mandatário.

Peres disse que o santista será prejudicado pelo fato de a partida decisiva não ser disputada num final de semana.

"A segunda é dia de trabalho, com trânsito. Isso tudo prejudica o espetáculo. A TV nos paga e temos que obedecer", afirmou.

O Grupo Globo é o detentor dos direitos de transmissão do Campeonato Paulista. Exibe as partidas com exclusividade nos seus canais de TV aberta (TV Globo), fechada (SporTV) e pay-per-view (Premiere). O valor pago pelo acordo não é revelado pela federação e pela emissora.

"Se fosse o Corinthians o mandante, também não me agradaria. Mas, infelizmente, é o calendário que está aí e temos que cumprir”, disse o presidente do clube alvinegro, Andrés Sanchez.

Segundo o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro de Barros, as datas foram acordadas com a anuência dos clubes

“Consultei os dois antes. Não foi a posição que eles me passaram [que eram contra]. Falei que, para ter a inversão dos jogos transmitidos na TV aberta, a única opção era segunda. Como cabia tecnicamente, já que o Corinthians não joga [no meio de semana] e o Santos só joga na quinta, os clubes decidiram em conjunto com a gente”, afirmou.

De acordo com a federação, seria inviável realizar o jogo no domingo pois o outro clássico, entre Palmeiras e São Paulo, acontecerá no mesmo dia na capital paulista e autoridades de segurança não recomendam a realização de dois jogos com times grandes na cidade na mesma data.

Na segunda-feira, a semifinal será transmitida em canal pay-per-view, em horário de jogo criado para atender a grade do SporTV. Neste dia da semana, no Brasileiro e nos Estaduais, são disputadas partidas às 20h como prévia do programa Bem Amigos.

Em nota, a Globo informou que, como o Santos jogará na próxima quinta-feira (dia 4), é preciso respeitar o intervalo de 66 horas entre os jogos, impossibilitando a marcação da partida para sábado (dia 6). Como a outra partida da semifinal entre Palmeiras e São Paulo está marcada para domingo, seria inviável ter outro clássico em São Paulo por questões de segurança.

Confira os dias, horários e transmissões das semifinais do Paulista

JOGOS DE IDA

São Paulo x Palmeiras
Quando: Sábado (30), 18h
Onde: Morumbi
Na TV: Pay-per-view

Corinthians x Santos
Quando: Domingo (31), 16h
Onde: Itaquerão
Na TV: Globo e SporTV

JOGOS DE VOLTA

Palmeiras x São Paulo
Quando: Domingo (7), 16h
Onde: Allianz Parque
Na TV: Globo e SporTV

Santos x Corinthians
Quando: Sábado (30), 20h
Onde: Pacaembu
Na TV: Pay-per-view​

Erramos: o texto foi alterado

O jogo de volta entre Santos e Corinthians, no dia 8, será transmitido pelo pay-per-view, e não no SporTV. O texto foi corrigido.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.