Descrição de chapéu Copa Libertadores

Campeão da América, Brasil tenta recorde em quartas da Libertadores

Com seis representantes nas oitavas, país pode superar melhor marca no torneio

São Paulo

Três equipes do Brasil entrarão em campo na noite desta quarta-feira (24) pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Elas são apenas metade dos representantes do país nessa fase da competição sul-americana, que pode ter as quartas de final com tom mais verde-amarelo de toda a sua história.

Campeão da Copa América no início do mês, o Brasil tenta estender seu domínio aos clubes. Para isso, tem seis times em seis diferentes confrontos do mata-mata continental, todos em busca de um caminho rumo a Santiago – palco da primeira decisão em jogo único do torneio, em 23 de novembro.

Até hoje, o máximo que o país emplacou nas quartas de final foram quatro representantes. Isso ocorreu nas edições de 2009 (Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras e São Paulo), 2010 (Cruzeiro, Flamengo, Internacional e São Paulo) e 2012 (Corinthians, Fluminense, Santos e Vasco).

O atacante Dudu durante partida contra o Godoy Cruz, na Libertadores
O atacante Dudu durante partida contra o Godoy Cruz, na Libertadores - Andres Larrovere/AFP

Na disputa atual, dois brasileiros ficaram pelo caminho. O São Paulo parou ainda na etapa preliminar, derrubado pelo argentino Talleres, da Argentina. O Atlético-MG caiu com péssima campanha no Grupo E, sendo eliminado antes mesmo da última rodada. Os demais, com maior ou menor grau de dificuldade, avançaram.

O Flamengo está na turma dos que sofreram. A equipe rubro-negra teve de segurar um 0 a 0 com o Peñarol, em Montevidéu, na jornada derradeira do Grupo D, para se classificar. Nesta quarta, às 21h30 (de Brasília), começará no Equador seu embate com o Emelec, sem os machucados Éverton Ribeiro e Vitinho.

“Fui contratado para encontrar soluções”, disse o recém-chegado treinador português Jorge Jesus, que poderá ter um rival do Brasil pela frente se triunfar. Seu possível adversário nas quartas de final sairá do duelo entre Internacional e Nacional-URU, disputa que terá início às 19h15, no Uruguai, e colocará Nico López em confronto com o clube que o formou.

“Ele está com tesão de enfrentar o Nacional, quer fazer gol”, disse o peruano Guerrero, que aposta na parceria com o uruguaio no ataque colorado. “A dupla que faço com o Nico tem sido importante. Ele é habilidoso, rápido, tem uma técnica incrível. Além de fazer os gols, dá assistências. Temos nos entrosado bem.”

Quem também entra em campo nesta quarta é o Athletico. Na Arena da Baixada, em Curitiba, a partir das 21h30, a formação rubro-negra vai rever o Boca Juniors, que foi um de seus oponentes no Grupo G, com uma vitória para cada lado (3 a 0 para os brasileiros no Brasil, 2 a 1 para os argentinos na Argentina).

“Para superá-los, a gente vai ter que fazer um fator local muito importante e vencer”, afirmou o técnico Tiago Nunes, ciente de que repetir o triunfo elástico da etapa anterior é difícil. “Eles têm toda a tradição em competições internacionais, são um time recheado de jogadores importantes, acostumados a esse tipo de duelo.”

Outros dois clubes brasileiros estão em disputa com argentinos nas oitavas. Cruzeiro e Palmeiras estrearam nessa fase na última terça, respectivamente com empate contra o River Plate e Godoy Cruz. Já o Grêmio jogará na quinta, às 21h30, em Porto Alegre, contra o paraguaio Libertad.

Veja onde assistir aos jogos de ida das oitavas de final:

Terça-feira (23)
19h15
River Plate 0x0 Cruzeiro
SporTV

21h30
Godoy Cruz 2x2 Palmeiras
Fox Sports

Quarta-feira (24)
19h15
Nacional-URU x Internacional
Fox Sports

21h30
Athletico-PR x Boca Juniors
SporTV

21h30
Emelec x Flamengo
Globo e Fox Sports

Quinta-feira (25)
21h30
Grêmio x Libertad
Facebook

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.