Lesionado, maior rival de brasileiros está fora do Mundial de surfe

John John Florence rompeu ligamento cruzado anterior durante etapa de Saquarema

São Paulo

Em uma publicação através de suas redes sociais, o surfista havaiano John John Florence confirmou nesta terça-feira (2) que passará por uma cirurgia e só deve retornar às ondas em 2020. Ele sofreu um rompimento do ligamento cruzado anterior na etapa brasileira da Liga Mundial de Surf (WLS), realizada em Saquarema (RJ).

"Este tem sido um ano realmente divertido. Infelizmente, eu rompi meu ligamento cruzado anterior no Brasil. Estarei fora [da etapa] de J-Bay (Baía de Jeffreys, na África do Sul) e provavelmente do resto da temporada. Optei pela cirurgia para que eu possa estar 100% no ano que vem. Estou ansioso para essa nova aventura e com tudo que aprenderei ao longo do caminho. Obrigado por todo o apoio!", escreveu o bicampeão mundial (2016 e 2017).

Líder da competição, Florence ficará ausente e não pontuará nas próximas etapas, abrindo caminho para os demais competidores. No ano passado, ele também abandonou o Mundial, com uma lesão no joelho após cinco etapas disputadas.

Logo atrás dele na classificação está Kolohe Andino, dos Estados Unidos. Filipe Toledo, o Filipinho, em terceiro lugar, é o brasileiro mais bem colocado na WLS. Ele foi campeão da etapa brasileira, na qual Florence se lesionou.

Outros dois brasileiros integram o top-10 da competição: Italo Ferreira (6º) e o atual campeão, Gabriel Medina (8º).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.