Simona Halep derrota Serena Williams em final de 55 minutos em Wimbledon

É o segundo Grand Slam da carreira da romena, que chega à 4ª colocação do ranking

São Paulo

Em partida que durou apenas 55 minutos, a tenista romena Simona Halep, 27, venceu a americana Serena Willians, 37, e conquistou o título de Wimbledon neste sábado (13), em Londres.

Ex-número 1 do mundo, Halep derrotou a americana com um duplo 6-2 e venceu o seu segundo título de Grand Slam de sua carreira. Em 2018, ela foi campeã de Roland Garros.

Com a conquista nas quadras londrinas, a romena pula do sétimo para o quarto lugar do ranking da WTA, que será atualizado nesta segunda-feira (15). Serena, atualmente na décima colocação, ganhará uma posição e vai aparecer em nono lugar.

Simona Halep com o troféu de Wimbledon, conquistado neste sábado (13)
Simona Halep com o troféu de Wimbledon, conquistado neste sábado (13) - Ben Curtis/Reuters

O duelo deste sábado foi o 11º entre as tenistas. Até a final de Wimbledon, Simona Halep só havia vencido uma única vez. "Eu sempre fiquei um pouco intimidada quando enfrentei a Serena", confessou a campeã após a vitória em Londres.

Ao longo de sua carreira, Halep sempre se mostrou mais confortável no saibro, cuja superfície torna o jogo mais lento. Foi no piso de terra batida que a romena faturou Roland Garros no ano passado, seu primeiro Grand Slam.

Porém, diante de Serena, sete vezes campeã em Wimbledon, a tenista disse ter feito o melhor jogo de sua vida e afirmou também estar mais segura com o jogo na grama.

"Eu nunca pensei, e vou ser bem honesta, que seria capaz de vencer na grama contra todas essas jogadoras que são muito altas e que sacam com muita força", contou a romena. "Estou bastante segura de que foi o melhor jogo da minha vida. E na grama contra ela [Serena] nunca é fácil. Então estou muito orgulhosa do meu jogo hoje e de todo o torneio", completou.

Simona Halep surpreendeu a americana no início, abrindo 4-0 em apenas 11 minutos. O segundo set foi mais equilibrado, com Serena conseguindo confirmar seus serviços, o que era um temor de Halep, mas a solidez de um jogo praticamente sem erros da romena garantiu a ela o título em solo britânico--ao longo da partida, foram 26 erros não forçados da veterana, enquanto Halep cometeu somente três.

"Ela simplesmente jogou muito bem, o que não é uma surpresa para ninguém. Eu tentei diferentes coisas, mas nada me ajudou. Também cometi muitos erros", afirmou a americana de 37 anos.

O vice em Wimbledon é o terceiro de Serena Williams em Grand Slams desde que ela se tornou mãe de Alexis Olympia Ohanian Jr., em setembro 2017. A atleta, dona de 23 conquistas da elite do tênis, está a um título de igualar a marca da australiana Margaret Court, campeã de 24 desses troféus entre 1960 e 1973.

Em julho do ano passado, Serena chegou à decisão de Wimbledon, caindo para a alemã Angelique Kerber.Em setembro, teve nova oportunidade de vencer um Grand Slam na final do US Open. Contudo, foi superada pela japonesa Naomi Osaka, em jogo que ficou marcado pela reclamação ostensiva da americana ao árbitro português Carlos Ramos, que a advertiu por ter recebido instruções de seu técnico da arquibancada, algo que é proibido no tênis.

Decisão masculina

Neste domingo (14), às 10h, Roger Federer e Novak Djokovic duelam pela final masculina. A partida será transmitida pelo canal SporTV 3. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.