Tenistas se mobilizam pelas vítimas dos incêndios na Austrália

Atletas anunciam doações durante a ATP Cup, evento no país que abre a temporada

São Paulo | AFP

Representantes do circuito mundial de tênis, que tradicionalmente começa sua temporada na Austrália, iniciaram uma arrecadação de fundos para as vítimas dos incêndios no país.

O primeiro apelo foi feito nesta quinta-feira (2) pelo jogador australiano Nick Kyrgios.

Em seu Twitter, o atleta de 24 anos sugeriu a organização de uma exibição antes do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, para reunir fundos. Ele também irá destinar 200 dólares australianos (R$ 564) para cada ace (ponto de saque) que marcar durante o verão.

Seu compatriota Alex De Miñaur o apoiou na ideia e afirmou que doará 250 dólares australianos (R$ 705) para cada ace.

Desde o início da época dos incêndios, no início de setembro, ao menos 18 pessoas morreram na Austrália e milhares tiveram que deixar seus domicílios devido ao avanço das chamas.

Os incêndios foram o tema mais discutido até agora na ATP Cup, nova competição por equipes que começou nesta sexta-feira (3) em Brisbane, Perth e Sydney, lugares onde o ar foi contaminado por uma nuvem de fumaça tóxica provocada pelo fogo.

A própria ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) anunciou nesta sexta que fará doações a partir de aces dos jogadores.

Kyrgios bate em sua raquete com uma toalha na boca
O australiano Nick Kyrgios em ação na ATP Cup - Tracey Nearmy/Reuters

Os organizadores do torneio anunciaram que médicos especialistas vão monitorar as condições de jogo e que as partidas serão suspensas se for necessário.

"Estamos, é claro, preocupados com isso, mas estamos todos preparados para jogar", declarou o búlgaro Grigor Dimitrov.

"Por enquanto, não sofremos muito em relação à qualidade do ar. Acho que nesse sentido tudo deve correr bem nas partidas", disse o belga David Goffin.

O número 2 do mundo, Novak Djokovic, que vai jogar a fase de grupos em Brisbane com a Sérvia, enviou uma mensagem de apoio no Twitter depois de ter visitado um santuário de coalas.

"É muito triste saber que muitas pessoas e animais perderam suas casas nos incêndios. Meus pensamentos e meu apoio para todas as vítimas", escreveu.

O Australian Open será disputado em Melbourne a partir de 20 de janeiro. A região também tem sido afetada pelos incêndios.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.