Descrição de chapéu Velocidade

Mundo do esporte homenageia Senna, que completaria 60 anos neste sábado

Piloto tricampeão mundial de F-1 nasceu em 21 de março de 1960

São Paulo

No dia em que Ayrton Senna completaria 60 anos, personalidades do mundo esportivo lembraram as conquistas do piloto que morreu aos 34 anos enquanto disputava o GP de San Marino de 1994, em Ímola, na Itália.

Tricampeão mundial de F-1 (1988, 1990 e 1991), o piloto ainda hoje detém recordes da categoria. Ele é o piloto que mais vezes venceu o GP de Mônaco, com seis conquistas, à frente de Graham Hill e Michael Schumacher, que venceram cinco vezes o GP. Além disso, ainda detém a marca de mais poles seguidas, com oito entre os GPs da Espanha de 1988 e dos EUA de 1989.

Ayrton Senna posa para fotógrafos antes de GP em 1991
Ayrton Senna posa para fotógrafos antes de GP em 1991 - Jerome Delay - 7.mar.1991/AFP

Confira abaixo algumas das homenagens prestadas ao piloto brasileiro:

"O grande Ayrton Senna teria 60 anos hoje. Para seus contemporâneos ele foi um gênio. Para as gerações seguintes de pilotos ele é uma inspiração. Para seus milhões de fãs ele será para sempre um ídolo", publico a F-1 em seu Twitter oficial.

A McLaren, equipe pela qual Senna conquistou seus três títulos mundiais, lembrou dez momentos que definem Ayrton Senna.

Ex-pilotos brasileiros de F-1, como Rubens Barrichello e Felipe Massa, também lembraram os 60 anos do ídolo.

Os mais populares clubes de futebol do país também lembraram o aniversário de Senna, um esportista que não ficou restrito aos limites de sua modalidade.​

Periódicos internacionais, como o espanhol El País, o português Record e os italianos La Gazzetta dello Sport e Corrieri della Sera, também publicaram especiais sobre a data.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.