Coronavírus tira torcida de mais da metade de jogos da Champions

Cinco dois oito duelos da fase de oitavas de final terão portões fechados

São Paulo

O temor causado pela epidemia do coronavírus fará com que mais da metade dos jogos das oitavas de final da Champions League seja disputada com portões fechados.

Nesta terça-feira (10), o Barcelona informou que o duelo marcado para o próximo dia 18, no Camp Nou, contra o Napoli, não terá a presença de torcedores.

Camp Nou estará vazio para o duelo entre Barcelona e Napoli, pelas oitavas de final da Champions
Camp Nou estará vazio para o duelo entre Barcelona e Napoli, pelas oitavas de final da Champions - Albert Gea/Reuters

O estado da Baviera, na Alemanha, determinou o cancelamento de eventos que reúnam mais de 1.000 pessoas. Dessa forma, a partida do Bayern de Munique contra o Chelsea, também no próximo dia 18, pela Champions, terá portões fechados.

Assim, a fase de oitavas de final da competição europeia já chega a cinco confrontos afetados pelo coronavírus. Além desses dois confrontos, os duelos entre Valencia x Atalanta, PSG x Borussia Dortmund e Juventus x Lyon também não terão torcida nos estádios.

RB Leipzig e Tottenham, que se enfrentam nesta terça na Alemanha, contarão com torcida nas arquibancadas, assim como Liverpool e Atlético de Madrid, que duelam nesta quarta-feira (11), e Manchester City e Real Madrid, que entram em campo no próximo dia 17.

Os seguidos anúncios de cancelamentos vêm na esteira das determinações das federações locais pelo fechamento dos portões nos jogos das ligas desses países.

LaLiga, organizadora do Campeonato Espanhol, informou na manhã desta terça-feira que as duas próximas rodadas das duas principais divisões do país terão portões fechados.

A Bundesliga, em razão da determinação do estado da Baviera, também impedirá o acesso para os jogos do Bayern de Munique em sua casa, contra Eintracht Frankfurt e Fortuna Düsseldorf, nos dias 22 de março e 11 de abril, respectivamente.

Na Itália, a liga nacional, assim como todos os outros eventos esportivos do país, foi suspensa até o próximo dia 3 de abril. Na França, a federação de futebol local também anunciou portões fechados para as partidas da Ligue 1.

Com mais de 9.000 casos positivos e quase 500 mortos até esta segunda-feira (9), a Itália, com 60 milhões de habitantes, é o primeiro país a entrar inteiramente em quarentena por causa do coronavírus. É também o segundo mais afetado pela doença covid-19 depois da China, onde a emergência sanitária começou, em janeiro.

França e Portugal também anunciaram portões fechados para os jogos das principais divisões. No caso dos franceses, até dia 15 de abril. A Federação Portuguesa de Futebol não deu prazo para o retorno de torcedores aos estádios.

Entre as principais ligas europeias, a única que ainda não anunciou medidas mais drásticas foi a Premier League, que foi disputada normalmente na última rodada. Como medida de prevenção contra o coronavírus, a federação inglesa anunciou somente o protocolo que orienta os jogadores a não se cumprimentarem com aperto de mãos antes ou depois dos jogos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.