Descrição de chapéu Futebol Internacional

Jogadores da Premier League terão campanha antirracista no uniforme

Liga também autorizou que atletas se ajoelhem em apoio a causas políticas e sociais

AFP

A Premier League apoiará jogadores que se ajoelhem antes ou durante as partidas em protesto contra a discriminação racial, enquanto a inscrição "Black Lives Matter" substituirá os nomes dos atletas nas costas das camisas nos 12 primeiros jogos do reinício da liga, na próxima semana.

"A liga apoia o desejo dos jogadores de ter seus nomes substituídos por Black Lives Matter nas costas de suas camisas nos 12 primeiros jogos da temporada 2019/20 reiniciada", afirmou a Premier League em comunicado nesta sexta-feira (12).

"Além disso, a liga apoiará jogadores que ajoelham-se antes ou durante as partidas."

Jogadores do Liverpool se ajoelham no gramado de Anfield durante treino da equipe em apoio a protestos antirracistas
Jogadores do Liverpool se ajoelham no gramado de Anfield durante treino da equipe em apoio a protestos antirracistas - Liverpool FC

Os protestos eclodiram em todo o mundo desde o assassinato de George Floyd nos Estados Unidos em 25 de maio, quando um policial, que foi acusado de assassinato em segundo grau, ajoelhou-se no pescoço de Floyd por vários minutos.

Em declaração conjunta, jogadores de todos os 20 clubes da Premier League disseram: "Nós, os jogadores, mantemos o objetivo singular de erradicar o preconceito racial onde quer que exista, para criar uma sociedade global de inclusão, respeito e igualdade de oportunidades para todos, independentemente de sua cor ou credo."

"Este símbolo é um sinal de união de todos os jogadores, funcionários, clubes, árbitros e jogadores da Premier League."

Várias partidas na Bundesliga, na Alemanha, foram precedidas por atos em que ambas as equipes se ajoelharam antes do pontapé inicial nas últimas semanas.

O jogador da seleção inglesa Jadon Sancho foi um dos primeiros jogadores a protestar, mostrando uma camiseta com a marca "Justice for George Floyd" durante o confronto entre o seu Borussia Dortmund e o Paderborn no mês passado.

A Premier League retornará com dois jogos no dia 17 de junho, com o Arsenal recebendo o Manchester City e o Sheffield United visitando o Aston Villa.

Uma rodada completa de 10 partidas acontecerá entre os dias 19 e 22 de junho, com o Black Lives Matter nas costas das camisas dos jogadores.

Nos 80 jogos restantes da campanha, o logotipo do Black Lives Matter aparecerá nas camisas e um distintivo agradecendo ao Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha por seu trabalho durante a crise do coronavírus.

Os clubes da primeira divisão da Inglaterra já fizeram uma série de gestos em apoio aos protestos antirracismo. O Liverpool incentivou quando seus jogadores postaram uma foto em uma sessão de treinamento em Anfield, onde todos se ajoelharam.

Os jogadores do Arsenal fizeram o mesmo antes do amistoso de quarta-feira (10) contra o Brentford, e usavam camisetas com várias mensagens, como "Não consigo respirar", "Minha pel e não é crime" e "Não sou negro, mas permaneço contigo".

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.