NBA retoma temporada em julho com formato enxuto e jogos na Disney

Maioria das franquias aprovou retorno da liga, com encerramento previsto para outubro

São Paulo

A NBA aprovou nesta quinta-feira (4), em assembleia com os 30 donos de franquias da liga, a retomada da tempodada 2019/2020 a partir do dia 31 de julho.

Para que a volta da competição acontecesse, havia a necessidade de que pelo menos três quartos dos proprietários das equipes votassem a favor do retorno. Das 30 franquias, somente o dono do Portland Trail Blazers foi contra.

NBA retomará sua disputa a partir de 31 de julho, em complexo da Disney
NBA retomará sua disputa a partir de 31 de julho, em complexo da Disney - Frederic J. Brown - 31.jan.2020/AFP

"Enquanto a pandemia da Covid-19 ainda nos apresenta um desafio formidável, estamos esperançosos de poder terminar a temporada em uma maneira segura e responsável, com base em protocolos rígidos, que agora têm sido finalizados com autoridades de saúde pública e especialistas da medicina", disse o comissário da liga, Adam Silver.

"Nós também reconhecemos que, enquanto nos preparamos para voltar aos jogos, nossa sociedade está sofrendo das tragédias recentes de violência racial e injustiça, e nós vamos continuar trabalhando proximamente com nossas equipes e jogadores para usar recursos coletivos e assim influenciar esses temas de maneira real e concreta", afirmou o dirigente.

Para a retomada da NBA, o plano inicial de disputa prevê um número reduzido de times: 13 da Conferência Oeste e nove da Conferência Leste, que se enfrentarão em uma espécie de repescagem para definirem as vagas nos playoffs.

As equipes foram selecionadas com base em uma margem de até seis jogos de diferença para um lugar nos playoffs. Isso dará possibilidades de classificação a algumas franquias que não estavam entre as primeiras, mas se encontravam não muito distantes de uma vaga.

Os treinos e jogos acontecerão em um único local, o Wide World Sports, complexo esportivo que pertence à Disney, em Orlando, e que fica próximo aos parques de diversões da empresa. Os atletas também ficarão hospedados no complexo.

A expectativa é que a temporada, interrompida em 11 de março depois que o pivô Rudy Gobert, do Utah Jazz, foi confirmado com Covid-19, encerre-se em outubro.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.