Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Em duelo de portugueses, Palmeiras vence e mantém perseguição aos líderes

Luiz Adriano perde pênalti, mas faz o gol da vitória sobre o Vasco no rebote

São Paulo

No duelo entre os técnicos portugueses Abel Ferreira, do Palmeiras, e Ricardo Sá Pinto, do Vasco, neste domingo (8), em São Januário, venceu aquele que tinha mais opções no banco de reservas para mudar um jogo que levou mais de uma hora para ter alguma emoção.

Com um gol de Luiz Adriano, aproveitando rebote após o goleiro Fernando Miguel defender pênalti, o time alviverde volta do Rio com vitória por 1 a 0, em jogo pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, e 31 pontos, ocupando a sexta posição na tabela, próximo ao grupo dos quatro primeiros colocados.

Luiz Adriano comemora gol do Palmeiras contra o Vasco
Luiz Adriano comemora gol do Palmeiras contra o Vasco - Sergio Moraes/Reuters

No lance que originou a penalidade, Lucas Lima foi derrubado na área por Neto Borges um minuto após ter sido colocado em campo por Ferreira, insatisfeito com a falta de criatividade da equipe. Ele substituiu Raphael Veiga.

A estrela do treinador português, recém-contratado pelo time paulista, deu a ele a segunda vitória à frente do Palmeiras —na estreia dele, a equipe ganhou do Red Bull Bragantino por 1 a 0, no duelo de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil, que confirmou a classificação alviverde à próxima fase.

Até a mudança promovida já aos 24 minutos do segundo tempo, o jogo em São Januário caminhava para um empates sem gols, que refletia bem a falta de criatividade das duas equipes.

Assim como fez em sua estreia, Ferreira manteve a postura tática definida pelo interino que o antecedeu, Andrey Lopes, no esquema 4-3-3, com Felipe Melo e Zé Rafael fazendo a ligação da defesa com o ataque. Veron, Veiga e Rony adiantados e Luiz Adriano na referência.

No primeiro tempo, essa formação não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol, abusando de bolas alçadas na área, com pouca objetividade. Só não sofreu na defesa porque os cariocas optaram por deixar a bola com o adversário e encurtar os espaços para tentar descolar um contra-ataque. Não funcionou.

Nos 45 minutos finais, o cenário se manteve parecido, embora as dois times tenham, ao menos, finalizado com mais precisão ao gol. Gabriel Menino teve uma boa chance pelo Palmeiras e Cano exigiu uma boa defesa de Weverton.

Felipe Melo é amparado por membros da comissão técnica do Palmeiras para deixar o campo após sofrer uma lesão
Felipe Melo é amparado por membros da comissão técnica do Palmeiras para deixar o campo após sofrer uma lesão - Sergio Moraes/Reuters

Aos 35 minutos, Felipe Melo sofreu uma lesão no tornozelo e não teve mais condições de continuar em campo. Como Ferreira já havia feito cinco substituições, o Palmeiras teve de atuar com um jogador a menos até o fim do jogo, que ainda teve sete minutos de acréscimos. Mas nem assim o Vasco conseguiu buscar o empate.

Melo teve de deixar o campo carregado pela comissão técnica alviverde e ainda vai passar por exames para saber a gravidade da contusão.

Os palmeirenses voltam a campo na próxima quarta-feira (11), quando vão enfrentar o Ceará no jogo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil, às 16h30, no Allianz Parque. Já a equipe vascaína terá uma semana livre até o confronto com o Sport, sábado (14), em Recife.

Santos vacila no último minuto e empata com o Red Bull Bragantino

Faltava apenas um minuto para acabar o jogo quando o Santos deixou escapar uma vitória diante do Red Bull Bragantino neste domingo (8), fora de casa. Ao levar um gol de escanteio, a equipe santista acabou ficando com um empate, por 1 a 1. Soteldo e Léo Ortiz fizeram os gols da partida.

O resultado impediu que a equipe alvinegra pudesse se aproximar do grupo dos quatro primeiros do Campeonato Brasileiro. O time santista chegou aos 31 pontos, dois a menos do que o São Paulo, quarto colocado —o time do Morumbi, porém, ainda tem três jogos atrasados.

Em Bragança, o Santos atuou desfalcado de seu treinador. Diagnosticado com Covid-19 na sexta-feira (7), Cuca está internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com boletim médico divulgado neste domingo, ele segue estável, com sinais vitais normais, mas permanecerá internado para observação e não há, ainda, previsão de alta.​

Além do treinador, o atacante Marinho foi desfalque neste jogo para cumprir uma suspensão automática por acumular três cartões amarelos.

Soteldo comemora gol do Santos contra o Red Bull Bragantino
Soteldo comemora gol do Santos contra o Red Bull Bragantino - Santos/Twitter

Sem ele, o time praiano sofreu no ataque, principalmente na primeira etapa. Enquanto Jean Mota e Arthur Gomes tinham dificuldade para concluir jogadas, Jobson e Soteldo estavam bem abaixo de suas médias.

Depois do intervalo, o ímpeto ofensivo do Santos melhorou, mas só aos 18 minutos a bola balançou as redes. Após um cruzamento da esquerda, Soteldo bateu cruzado, a bola desviou no braço de Léo Ortiz e foi parar no fundo do gol.

O árbitro estava prestes a marcar pênalti para o time praiano, mas voltou atrás quando percebeu que o gol havia sido marcado.

Minutos depois, aos 31, o Red Bull Bragantino chegou a acertar uma bola na trave, com Artur. Enquanto o Bragantino buscava o empate, o time santista tentava segurar o placar e explorava os contra-ataques. No fim, veio um castigo, quando Léo Ortiz marcou de cabeça o gol de empate, já aos 50 minutos.

O Santos volta a campo no próximo sábado (14), para enfrentar o Internacional. Já o Bragantino encara o Botafogo, na segunda-feira (16).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.