Susan Sarandon é detida em protesto contra política migratória de Trump

Artista estava em ato com outras 574 mulheres, que também foram presas

São Paulo

A atriz Susan Sarandon foi detida nesta quinta-feira (28), em Washington DC, após fazer um ato contra a política de tolerância zero aos imigrantes encampada por Donald Trump.

O protesto, que contou com a participação de 575 mulheres, foi realizado num escritório do Senado dentro do Departamento de Justiça americano, segundo o jornal britânico The Guardian.​

A atriz Susan Sarandon, ao centro, em protesto contra a política migratória de Trump
A atriz Susan Sarandon, ao centro, em protesto contra a política migratória de Trump - J. Scott Applewhite/ AP

As manifestantes portavam cartazes exigindo o fim dos campos e centros de processamento de imigrantes que têm separado membros de famílias.

Entre os dizeres estavam "Nós nos importamos", uma referência à jaqueta recentemente usada pela primeira-dama, Melania Trump, que estampava a mensagem "Eu realmente não me importo".

Detida, Sarandon tuitou a respeito de sua condição: "Presta. Sejam fortes. Continuem lutando #MulheresDesobedecem".

A marcha das mulheres contou com manifestantes usando cobertores de emergência, como os usados pelas imigrantes nas fotos dos campos de processamento.

Durante as eleições de 2016, Sarandon fez questão de declarar que se opunha tanto a Trump quanto a Hillary Clinton e que sugeria aos americanos que votassem numa terceira via. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.