Veja fotos raras de Freddie Mercury, do Queen, no Japão

Imagens do vocalista da banda britânica foram feitas em duas turnês, em 1979 e 1982

São Paulo

Fotos raras de Freddie Mercury, o icônico vocalista da banca britânica Queen, foram publicas pela versão francesa da revista Vogue em seu site.

As imagens mostram Mercury descontraído, se maquiando antes de shows, experimentando figurinos e em cenas cotidianas durante viagens.

O Queen ganhou a cinebiografia "Bohemian Rhapsody" em 2018, na qual o ator Rami Malek interpreta Mercury —sua atuação lhe rendeu um Globo de Ouro de melhor ator.

Confira três diferenças entre a vida real do vocalista e o filme.

Jim Hutton
Freddie Mercury conheceu o namorado que ficaria com ele até o fim de sua vida em um clube gay, e não em uma festa na casa do cantor onde Hutton estaria trabalhando como garçom

O diagnóstico
No longa, Mercury descobre ser portador do vírus HIV em 1985 (no mesmo ano da apresentação no festival Live Aid) e conta aos seus colegas de banda no mesmo ano.

A biógrafa Lesley-Ann Jones afirma que a descoberta aconteceu em 1982 —e a banda só teria ficado sabendo em 1989. 

De acordo com Hutton, o cantor descobriu que era portador da doença em 1987 –e só anunciou oficialmente o diagnóstico em 23 de novembro de 1991, um dia antes de sua morte.

Live aid
Foi o relacionamento com Bob Geldof que foi responsável pela incerteza quanto à participação do Queen, e não disputas internas entre os membros da banda.

Geldof não os convidou para outro show de caridade que organizou, em 1984, porque a banda estava sofrendo críticas por parte do público e da imprensa. O Queen se apresentou na Argentina durante a ditadura militar (1976-1983) e na África do Sul, que vivia sob o regime do apartheid —à época, a ONU pediu a artistas que boicotassem o país. 

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.