Descrição de chapéu Livros Flip

Israelense Ayelet Gundar-Goshen é convidada da Flip

Autora de três títulos, ela já foi comparada a Gabriel García Márquez

São Paulo

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) confirmou a participação da israelense Ayelet Gundar-Goshen em sua edição deste ano. Ela é o nono nome anunciado pela organização.

A autora estreou em 2012 com o romance "Uma Noite, Markovitch", publicado no Brasil pela Todavia no ano passado. Baseado em uma história real, o livro acompanha o personagem Iaakov Markovitch, que viaja à Europa sob domínio nazista para resgatar uma jovem judia por meio de um casamento fictício.

Escritora israelense Ayelet Gundar-Goshen é nono nome confirmado na Flip (Festival Literário de Paraty) 2019
Escritora israelense Ayelet Gundar-Goshen é nono nome confirmado na Flip (Festival Literário de Paraty) 2019 - Israel Institute/Divulgação

De volta a Tel Aviv, contudo, ele se apaixona pela moça e se recusa a se divorciar dela.

No pano de fundo da narrativa está a formação do Estado de Israel. Apesar do contexto político complexo, críticas estrangeiras do livro exaltaram seu tom fabular, por vezes associando-o ao realismo fantástico do colombiano Gabriel García Márquez, apesar da distância geográfica.

O diretor-geral e artístico da Flip, Mauro Munhoz, ressalta a escolha de Gundar-Goshen por um protagonista masculino. "A inversão de gêneros e papéis surge de uma maneira atualizada e política nestes novos contextos em que vivemos", afirma.

Além de "Uma Noite, Markovitch", ganhador do principal prêmio literário de Israel, o Sapir, Gundar-Goshen  —que se formou em psicologia e também é roteirista— é autora de outros dois títulos, ambos sem edição no Brasil.

São eles o thriller "Waking Lions" (leões despertos), de 2014, sobre um médico que atropela um imigrante e foge sem prestar socorro, e "The Liar" (a mentirosa), de 2018, história sobre uma adolescente que acusa injustamente um homem de estupro.

O primeiro foi descrito pela crítica do jornal The New York Times como "um romance sofisticado e obscuramente ambicioso, revelando um aspecto da vida israelense raramente vista na literatura".
A emissora americana NBC anunciou uma adaptação do livro para a televisão em 2016.

O segundo foi aclamado como um "romance requintadamente observador" pelo britânico The Guardian.

A 17ª Flip, que acontece entre 10 e 14 de julho, tem o escritor Euclydes da Cunha como autor homenageado. Além de Gundar-Goshen, também participam Sheila Heti e Ismail Xavier, entre outros.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.