Descrição de chapéu Livros

Italiano Andrea Camilleri, escritor de romances policiais, morre aos 93 anos

Ele ficou conhecido por seus livros que narram as aventuras do comissário Salvo Montalbano

Manoella Smith
São Paulo

O italiano Andrea Camilleri, autor da série policial best-seller protagonizada pelo comissário Salvo Montalbano, morreu nesta quarta (17), aos 93 anos, devido a complicações de uma parada cardiorrespiratória.

"Adeus a Andrea Camilleri, pai de Montalbano e narrador incansável da sua Sicília", escreveu o vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, no Twitter.

Nascido em 6 de setembro de 1925, Camilleri foi roteirista e diretor de teatro e televisão. Publicou seu primeiro romance aos 53 anos, sem muito sucesso, até lançar o livro da série de Montalbano, quase aos 70 anos, chamado "A Forma da Água".

A história se passa na cidade imaginária de Vigàta, que é uma transposição ficcional de Porto Empedocle, cidade da Sicília onde nasceu Camilleri.

À parte dos crimes, o comissário, cujo nome foi inspirado no mestre espanhol dos romances policiais, Manuel Vásquez Montalbán, é um solteirão de meia-idade que cultiva hábitos como ler um bom livro e apreciar a vista de sua varanda de frente para o mar.

O escritor italiano Andrea Camilleri - REUTERS

A emissora italiana Rai adaptou a história para a televisão, com uma série protagonizada pelo ator Luca Zingaretti. 

"Agora você vai embora e me deixa com uma sensação de vazio, mas sei que a cada vez que eu disser, ainda que sozinho, na minha cabeça, 'Montalbano presente!', onde quer que você esteja, dará um sorriso", escreveu o ator em sua rede social.

Ao longo de sua carreira, Camilleri publicou mais de cem livros, 27 deles protagonizados pelo delegado Montalbano e teve romances traduzidos para 32 línguas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.