Blecaute cancela espetáculos e Broadway tem prejuízo de US$ 3,5 milhões

Boa parte do West Side de Manhattan teve uma queda de energia na noite de sábado

Michael Paulson
Nova York | The New York Times

​O blecaute da noite do sábado (13) abocanhou uma boa parte da bilheteria da Broadway.

A queda de energia que durou cinco horas parece ter custado cerca de US$ 3,5 milhões em receita aos produtores —os 30 espetáculos em cartaz na semana passada registraram bilheteria total de US$ 30,6 milhões, ante US$ 34,1 milhões na semana anterior, de acordo com números divulgados na segunda (15) pela Broadway League.

A queda de energia no West Side de Manhattan levou ao cancelamento de 26 das 30 apresentações marcadas para a noite do sábado —que costuma ser lucrativa para o setor, porque é a noite mais popular para se ir ao teatro, e a metade de julho é o pico da temporada de turismo. 

 
Pessoas caminham nos arredores da Times Square durante queda de energia - Jeenah Moon/Reuters

Quatro espetáculos, em cartaz em teatros a leste da Broadway, puderam ser apresentados.

"Uma noite de sábado no verão é data importante", disse Charlotte St. Martin, presidente da Broadway League. Mas ela também apontou que, em intervalos de alguns anos, sempre acontece alguma coisa que leva ao cancelamento de apresentações. 

St. Martin disse que alguns produtores estavam estudando acrescentar um nono horário às suas apresentações semanais, esta semana, mas que ainda não estava claro se algum deles o faria.

A eletricidade caiu às 18h47 do sábado (13) —73 minutos antes do horário de cortina para a maior parte da produções da Broadway—, e por isso muitos atores e membros das equipes técnicas já estavam nos teatros, e os espectadores estavam a caminho. 

A maioria dos espetáculos só decidiu cancelar apresentações depois das 20h, na esperança de que a luz voltasse; os elencos de diversos musicais, entre os quais "Come From Away", "Hadestown" e "Waitress", fizeram apresentações curtas na calçada.


Parte do elenco do musical "Hadestown", que ganhou o prêmio Tony de melhor musical no mês passado, também cantou nas ruas. No vídeo, Joe Harrell  aparece cantando no meio do público.

Artistas de "Hamilton" cantaram nas janelas do Rodgers Theatre.

Ao lado de fora do Carnegie Hall, artistas do coro de Millennial Choirs & Orchestra fizeram uma apresentação a céu aberto. ​


Os produtores em geral não sairão prejudicados —a Broadway é um negócio grande e bem sucedido, e a maioria dos espetáculos em cartaz são sucessos que podem arcar com uma noite perdida. Alguns produtores têm cobertura de seguro, ainda que muitas dessas apólices requeiram o cancelamento de pelo menos duas apresentações para acionar a cobertura, o que não aconteceu no final de semana.

O blecaute foi especialmente incômodo para os espectadores. A maioria deles têm direito a reembolso ou troca, mas muitos vieram de longe para visitar Nova York e não puderam ver espetáculos que os entusiasmavam.

O blecaute pode ter influenciado a inundação de certas áreas do Minskoff Theater, na Broadway, na noite de sábado. O teatro abriga a produção de "O Rei Leão" e, de acordo com um porta-voz do Disney Theatre Group, a inundação aconteceu depois que a maioria da equipe tinha ido embora, na noite de sábado, e atingiu os camarins dos atores principais, danificando seus figurinos, que não puderam ser usados nas duas apresentações do domingo.

Os títeres da peça e os figurinos dos coadjuvantes não foram prejudicados. As apresentações de "O Rei Leão" domingo foram realizadas com os atores principais usando trajes pretos (alguns deles tiveram de comprá-los em uma loja Gap do outro lado da rua), em lugar dos figurinos, mas as máscaras que caracterizam o espetáculo foram usadas. Os atores explicaram a situação ao público antes da apresentação, e a maioria dos presentes pareceu aceitar bem a situação. 

A Disney disse que, dos 3,2 mil espectadores naquele dia, apenas três pediram restituição de seu dinheiro. A expectativa é de que os figurinos estejam arrumados ainda nesta semana.

Cancelamentos múltiplos de apresentações na Broadway são raros mas não inéditos. Na maioria dos casos, a Broadway só cancela espetáculos se o metrô de Nova York não tiver funcionando.

A última vez que tantos espetáculos foram cancelados foi em 2016, quando as matinês e versões noturnas dos espetáculos em cartaz foram canceladas devido a uma nevasca de 44 centímetros.

Os furacões Sandy, em 2012, e Irene, em 2011, também resultaram no cancelamento de todos os espetáculos da Broadway. E em 2003 um grande blecaute regional causou cancelamento generalizado.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.