Saiba quem tocou em cada faixa de 'Kind of Blue', disco que completa 60 anos

Obra-prima de Miles Davis, álbum tem cinco canções instrumentais

Carlos Calado
São Paulo

'Kind of Blue', obra-prima de Miles Davis, acaba de completar 60 anos de lançamento. Confira os artistas que tocaram em cada uma das cinco faixas.

‘KIND OF BLUE’: FAIXA A FAIXA

“So What”
Na enigmática introdução, o pianista Bill Evans e o baixista Paul Chambers criam uma atmosfera de suspense, dissolvida em parte pela simplicidade do tema. Miles abre a seção de improvisos com descontração, seguido pelo sax tenor de John Coltrane e pelo sax alto de Cannonball Adderley.   

“Freddie Freeloader”
Para gravar este blues relaxado e cheio de swing, o líder convocou o pianista Wynton Kelly, especialista no gênero, que também é o primeiro a solar, em ritmo bem marcado pela bateria de Jimmy Cobb. Miles cria tensão em seu solo, pavimentando o caminho para enérgicos improvisos de Coltrane e Cannonball.

“Blue in Green”
De volta, o pianista Bill Evans desenha com suavidade a breve introdução desta balada de sua autoria, uma das mais cultuadas entre os fãs do jazz. Com a surdina acoplada ao trompete, Miles injeta melancolia no tema. O breve solo de Coltrane, na sequência, é uma aula musical de lirismo.    

“All Blues”
Este descontraído blues de 12 compassos, em ritmo ternário, é tocado com muita frequência nas “jam sessions” dos jazzistas mais modernos. O ritmo valsante, marcado pelos pratos da bateria de Cobb e pelo piano de Evans, embala os criativos improvisos de Miles, Coltrane e Cannonball.  

“Flamenco Sketches”
Exemplo clássico do que veio a se chamar de jazz modal, esta balada nem tinha uma melodia escrita, ao ser gravada pelo sexteto do trompetista. Os modos (escalas) indicados na partitura fornecem muita liberdade para as líricas divagações de Miles, Coltrane, Cannonball e Evans.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.