Descrição de chapéu Cinema

Woody Allen e Amazon dão fim a disputa judicial após engavetamento de filmes

Cineasta entrou com ação judicial após empresa voltar atrás no acordo de produzir quatro de seus longas

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Woody Allen encerrou uma disputa judicial que movia, desde fevereiro, contra a Amazon, porque a empresa desistiu do acordo de produzir quatro filmes do cineasta. 

Segundo o site Hollywood Reporter, as duas partes concordaram em nunca mais mover processos sobre o assunto. Os termos e valores do acordo não foram divulgados.

A Amazon desistiu do contrato após comentários do cineasta sobre as acusações de estupro envolvendo o produtor Harvey Weinstein. Allen disse que a situação era “triste para todos os envolvidos”. Para o cineasta, a recusa não apresentava razões sólidas.

O processo contra a Amazon Studio pedia US$ 68 milhões (cerca de R$ 253 milhões) em pagamentos de garantia pelos quatro filmes, além de indenização por danos e honorários dos advogados. Em julho, contudo, uma juíza já havia reduzido a ação e ainda dispensou quatro das oito queixas de Allen.

Um dos filmes abruptamente cancelados foi "Dia de Chuva em Nova York", com Timothée Chalamet, Diego Luna e Elle Fanning, concluído desde 2018 e que estreia no Brasil no dia 21 de novembro. 

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.