Após adiamento de shows, Ozzy Osbourne revela que tem mal de Parkinson

O roqueiro ficou internado três vezes ao longo de 2019 e durante uma série de exames realizados descobriu a doença

São Paulo

O cantor Ozzy Osbourne, de 71 anos, revelou nesta terça-feira (21) que recebeu um diagnóstico de mal de Parkinson. “Não chega a ser uma sentença de morte, mas atinge o sistema nervoso. Você alterna entre dias bons e ruins”, disse sua mulher, Sharon Osbourne, ao lado do artista, no programa "Good Morning America".

O roqueiro ficou internado três vezes ao longo de 2019. Fazendo uma série de exames, ele descobriu que uma cirurgia realizada no início do ano havia deixado sequelas. Osbourne recebeu, então, o diagnóstico de Parkinson do tipo dois.  ​ 

Em decorrência do seu estado de saúde, ele adiou shows de sua turnê solo. "Vindo de uma classe trabalhadora, eu odeio decepcionar as pessoas. Odeio não fazer meu trabalho", lamentou. 

O artista afirmou também que está fazendo tratamento fora dos Estados Unidos e já possui consulta marcada em abril na Suíça. 

Após anos sendo vocalista do Black Sabbath, Ozzy Osbourne ganhou fama no mundo da música. Depois de ser expulso do grupo, ele disse à Folha, em 1995, que enxergava a banda como "uma ex-namorada: desejo tudo de melhor para ela, mas tenho minha própria vida”.

Recentemente, o cantor lançou a música “Ordinary Man” em parceria com Elton John. A faixa faz parte de seu novo disco, que já está liberado para pré-venda. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.