Descrição de chapéu Cinema

Disney quer Will Smith de volta para a sequência do live-action de 'Aladdin'

Lançada em 2019, versão com atores para animação dos anos 1990 arrecadou mais de US$ 1 bilhão

São Paulo

O live-action de "Aladdin", lançado em 2019, terá uma sequência, segundo informações divulgadas pela Variety nesta quarta-feira (12). 

De acordo com a revista de entretenimento, a expectativa dos produtores é que os atores Will Smith, Mena Massoud e Naomi Scott, respectivamente o Gênio, Aladdin e Jasmine, retornem para o longa —não há, no entanto, qualquer confirmação de elenco até agora.

Dan Lin e Jonathan Eirich, que produziram "Aladdin", retornarão para a sequência, mas ainda não há informações sobre quem deve assumir a direção do longa, que ficou a cargo de Guy Ritchie em 2019.

Segundo a publicação, a Disney atualmente trabalha em um roteiro, que não seguirá as histórias das sequências que a animação de 1992 ganhou. Até que o material base para o filme esteja pronto, não haverá negociações com o trio de atores protagonista.

Adaptação do filme homônimo que fez grande sucesso nos anos 1990, "Aladdin" arrecadou mais de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,3 bilhões) nas bilheterias mundiais.

Na trama, um jovem que vive de pequenos delitos conhece a princesa de Agrabah, um reino árabe fictício. Quando ele encontra um gênio que habita uma lâmpada mágica, ganha três desejos que podem ajudá-lo a conquistar a moça.

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do informado, a Disney ainda não confirmou nenhum nome do elenco da sequência de "Aladdin".

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.