Live de Geraldo Azevedo e bate-papo sobre o filme 'Ela' são destaques do domingo

Alexandre Pires e Seu Jorge fazem show juntos, e Ailton Graça interpreta peça baseada em obra de Gabriel García Márquez

São Paulo

Com o avanço do coronavírus, as atividades culturais estão suspensas de modo geral. Neste cenário, artistas e produtores estão fazendo shows caseiros transmitidos nas redes sociais, estreias de cinema migraram para o streaming, canais de TV abriram seus sinais, museus promovem visitas virtuais e vídeos de espetáculos de dança e de teatro foram disponibilizados na internet.

Para melhorar sua quarentena, preparamos uma lista de conteúdos para serem consumidos em casa neste domingo (31).

MÚSICA

Geraldo Azevedo
No YouTube do SescSP, a partir das 19h
Acompanhado do violão, Geraldo Azevedo é a atração do projeto Sesc Ao Vivo, que vem transmitindo um show por dia durante o período de quarentena. No repertório, não vão faltar clássicos como “Táxi Lunar” e “Bicho de Sete Cabeças”.

Festival 24h Juntos Pela Música
No Instagram da UBC, a partir da meia-noite
O festival organizado pela da União Brasileira de Compositores começa no sábado, mas segue pelo domingo com shows de Sandra de Sá (meia-noite), Marcelo Falcão (4h), Fernanda Takai e John Ulhoa (9h) e Ferrugem (12h), entre outros.

Alexandre Pires e Seu Jorge
No YouTube dos cantores, às 14h
A dupla vai se reunir para cantar suas músicas mais conhecidas, conversar e até se arriscar na cozinha. A transmissão, chamada de "Irmãos", deve ter clima descontraído e promover doações.

CINEMA

MIS
No YouTube do museu, a partir das 17h
O MIS está comemorando seu aniversário de 50 anos e traz um bate-papo sobre o filme “Ela”, de Spike Jonze, às 17h. Às 20h, transmite três curtas de seu acervo com o tema São Paulo. São eles “Ecos Urbanos” (de Nilson Villas Boas e Maria Rita Kehl, 1982), “A Manchete” (de Luiz Moura, 1997) e “Anyone” (de Rita Buzzar, 1983).

TEATRO

#EmCasaComSesc
No YouTube do SescSP, às 21h30
Ailton Graça estrela um recorte do espetáculo “Solidão”, do Grupo Folias, cujo enredo retrata a chegada de um cigano imortal em um vilarejo perdido no tempo e no espaço. A peça é inspirada pela obra homônima de Gabriel García Márquez.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.