Discografia completa de Itamar Assumpção chega aos serviços de streaming

A partir de sexta (11), cinco álbuns, incluindo 'Sampa Midnight', completam a obra do artista paulista nas principais plataformas

São Paulo

Os discos de Itamar Assumpção que não estavam nos serviços de streaming serão disponibilizados nesta sexta (11). A informação foi publicada pela página do músico —um dos mais celebrados artistas da Vanguarda Paulista—, no Instagram, na última quarta (9), e depois confirmada pelas plataformas.

Sete dos 12 discos de Itamar já faziam parte do catálogo dele dos principais serviços de streaming de música. São eles “Beleléu, Leléu, Eu”, de 1980, “Intercontinental! Quem Diria! Era Só o Que Faltava!!!”, de 1988, os três volumes de “Bicho de Sete Cabeças”, de 1993, “Pretobrás”, de 1998, e o póstumo “Isso Vai Dar Repercussão”, de 2004, parceria com o percussionista pernambucano Naná Vasconcelos.

A partir de sexta (11), chegam às plataformas outros cinco álbuns, “Às Próprias Custas S.A.”, de 1983, este um registro ao vivo, “Sampa Midnight - Isso Não Vai Ficar Assim”, de 1986, “Ataulfo Alves por Itamar Assumpção - Pra Sempre Agora”, de 1995, e os póstumos “Pretobrás II - Maldito Vírgula”, de 2010, e "Pretobrás III - Devia Ser Proibido", de 2010, ambos lançados pelo selo Sesc.

Assim, toda a discografia de Itamar passa a ficar disponível nas principais plataformas de streaming, como Deezer e Spotify. O músico morreu em junho de 2003, aos 53 anos, depois de complicações decorrentes de um câncer intestinal, contra o qual lutava desde 2000.

A chegada dos álbuns ao streaming dá continuidade à celebração dos 70 anos, que Itamar faria no ano passado. O artista inspirou recentemente um musical baseado em sua vida e em sua obra.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.