MC Fioti lança clipe com versão CoronaVac de 'Bum Bum Tam Tam', confira

Doria elogia vídeo de funk que virou 'hino da vacina', em que artista dança com funcionários do Instituto Butantan

São Paulo

"Vejam que belo videoclipe lançado há pouco pelo MC Fioti com a nova versão da sua música em homenagem à vacina do Butantan. Parabéns pela iniciativa em prol da vacina e da vida", postou o governador de São Paulo.

João Doria anunciou neste sábado (23), em suas redes sociais, o clipe daquele que se tornou o hino da vacina.

“Bum Bum Tam Tam” é um funk inspirado numa partitura para flauta em lá menor assinada por Johann Sebastian Bach, que ganhou o mundo em 2018. O clipe, assinado por Kondzilla, bateu recordes de vizualizações que antes pertenciam a Michel Teló e hoje tem mais de 1,5 bilhão de views.

No novo clipe, MC Fioti dança com funcionários no Instituto Butantan e simula experimentos no laboratório.

A letra foi adaptada e ganhou versos como "a vacina envolvente que mexe com a mente/ de quem tá presente/ A vacina saliente/ vai curar muita vida e salvar muita gente/ Vem cá vacina, tam/ Vem cá vacina tam tam tam".

Nesta semana, João Doria, ligou para Fioti para agradecer pela conscientização sobre os benefícios da vacinação. Em vídeo publicado pelas redes sociais, o artista mostrou o momento da ligação.

“Oi, Fioti, tudo bem? Ligando para te agradecer, você é um sucesso ‘Butantante’”, disse o governador na ligação.

O hit de dois anos atrás voltou com tudo nas redes sociais nos últimos meses pela semelhança com o nome do Instituto Butantan e virou o “hino da vacina”.

De tanto acompanhar as notícias sobre a chegada da vacina, o nome do Instituto Butantan foi se tornando mais familiar aos brasileiros, e não demorou muito para que o refrão da música fosse ressuscitado nas redes sociais.

Segundo o Spotify, só na primeira semana de janeiro, o número de reproduções da faixa de MC Fioti cresceu 284% no Brasil em comparação com o início do mês. O estado de São Paulo foi responsável pela maior alta —265%, durante o mesmo período.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.