Descrição de chapéu
Cinema

'What Drives Us', de Dave Grohl, é bem divertido, mas tem alguns deslizes

Documentário traz bastidores de vans que percorreram estradas em turnês de estrelas do rock

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

What Drives Us

  • Quando estreia em 30 de abril de 2021
  • Onde Amazon Prime Video
  • Produção EUA; 2021
  • Direção Dave Grohl
  • Com The Edge, Brian Johnson, St. Vincent e Flea

Dave Grohl assume a direção e o papel de entrevistador nesse interessante documentário sobre vans que estreia nesta semana, no Amazon Prime. Sobre vans? Isso mesmo. Estamos falando do veículo automotor de quatro rodas responsável por levar inúmeras bandas em início de carreira a fazer turnês por seus países.

Um elemento tão importante para um grupo de rock quanto a guitarra, o baixo, o kit de bateria e os amplificadores para deixar tudo ensurdecedor. Com um olhar carinhoso, o líder dos Foo Fighters discorre a respeito de suas próprias experiências e chama um batalhão de quase 40 amigos para dar depoimentos.

van com roda estepe em que se inscreve "what drives us"
Pôster do documentário 'What Drives Us', dirigido por Dave Grohl - Divulgação

Gente como Flea, do Red Hot Chili Peppers, The Edge, do U2, Lars Ulrich, do Metallica, St. Vincent, Brian Johnson, do AC/DC,e até Ringo Starr, que lembra como ele, George Harrison, Paul McCartney e John Lennon se amontoavam um em cima dos outros para não morrerem de frio nas estradas britânicas nos anos pré-beatlemania.

Infelizmente, Grohl se priva de falar de seus anos no Nirvana, quando, sabemos, ele, Krist Novoselic e Kurt Cobain singravam de van pelas paisagens geladas do estado americano de Washington. Grohl prefere focar a primeira turnê dos Foo Fighters, em 1995, contando histórias e exibindo diversas filmagens da época.

No tempo atual, ele mostra a van cor de vinho que serviu de base para aquela turnê, informando que foi atrás dela recentemente e a recomprou. Daí talvez tenha vindo a ideia do documentário.

Homem branco com cabelo liso na altura do ombro canta em palco e acena com um braço
Dave Grohl, do Foo Fighters, em Rock in Rio de 29, 2019 - Pilar Olivares/Reuters

O filme não começa muito bem, já que, nos primeiros 20 minutos dos 88 totais, Grohl cede espaço para seus entrevistados falarem por que entraram na música, como descobriram o rock etc. É um tema batido demais e acaba roubando tempo da real razão de existência de “What Drive Us”, as vans, pôxa vida.

Mas ele se redime. É quando começa a investigar pequenos assuntos que fazem parte do tema maior que o documentário demonstra sua maior força. Por exemplo, como carregar uma van da forma mais eficiente. Ou a evolução do design das vans através das décadas. Acidentes ou quase acidentes por quais os artistas entrevistados passaram. A política de peidar ou não quando você está num carro lotado.

“É o paraíso”, diz Flea, num resumo geral do sentimento que os artistas têm pelo seu passado. São unânimes ao dizer que o fato de se passar três meses viajando com outras três ou quatro pessoas naquele pequeno compartimento foi fundamental para a formação dos vínculos que permitiram o crescimento das bandas.

Diretor inexperiente, Grohl perde o foco algumas vezes. Quando o baterista do Dead Kennedys, e brevemente do Red Hot Chili Peppers, D. H. Peligro recorda como o álcool e drogas o reduziram de rock star a sem-teto, ele chora, e Grohl não resiste a incluir as cenas em seu documentário. Mais uma vez, nada a ver com vans.

Esses deslizes, no entanto, não tiram o brilho desse filme original e divertido, que vale uma hora e meia de nossa atenção.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.