Morre Anne Rice, autora do best-seller 'Entrevista com o Vampiro', aos 80 anos

Pioneira em aproximar os vampiros da vida comum, ela teve um AVC nos Estados Unidos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A escritora Anne Rice, conhecida pelo best-seller "Entrevista com o Vampiro", morreu na noite deste sábado, dia 11, após ter sofrido um AVC, nos Estados Unidos. A morte foi confirmada pelo filho Christopher Rice nas redes sociais da autora.

A escritora ficou mundialmente conhecida pelo livro "Entrevista com o Vampiro", romance que foi adaptado para os cinemas em 1994, em um filme com Tom Cruise, Brad Pitt e Antonio Banderas que marcou uma geração e recebeu duas indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Direção de Arte e Melhor Trilha Sonora. Neste ano, a AMC Networks anunciou a produção de uma nova série inspirada na obra, com previsão de a primeira temporada estrear no ano que vem.

Anne Rice, autora de 'Entrevista com o Vampiro', em foto de 2016
Anne Rice, autora de 'Entrevista com o Vampiro', em foto de 2016 - Natalie Keyssar/The New York Times

Com mais de 30 romances de ficção, praticamente todos dentro do universo gótico, Rice vendeu mais de 150 milhões de cópias de seus livros no mundo inteiro. "Entrevista com o Vampiro", lançado em 1976 e traduzido para o português por Clarice Lispector, é o primeiro da série "As Crônicas Vampirescas", que segue com outros oito títulos —entre eles, "O Vampiro Lestat", "O Ladrão de Corpos" e "A Rainha dos Condenados", adaptado para o cinema em 2002.

O principal mérito de suas histórias foi aproximar os vampiros da vida comum. Nos livros, eles deixam de ser reclusos para se tornarem pessoas que podem ser encontradas em um parque ou num café. Deixam também de ser assustadores para ganharem um sedutor e envolvente, mas sempre com um lado de cansaço após séculos de monotonia e imortalidade.

Essa aproximação com o cotidiano se tornou não apenas uma isca forte para o leitor e um chamariz para o cinema. Mas também pavimentou o caminho para toda uma legião de livros e séries que surgiram décadas mais tarde —o caso mais emblemático é o da saga "Crepúsculo", que levantou cifras milionárias nas livrarias, nas salas de cinema e no streaming.

"No próximo ano, uma celebração de sua vida acontecerá em Nova Orleans. Este evento será aberto ao público e contará com a participação de seus amigos, leitores e fãs que lhe trouxeram alegria e inspiração ao longo de sua vida", disse Christopher, seu filho, no anúncio da morte.

"Em suas horas finais, sentei-me ao lado de sua cama de hospital admirado com suas realizações e sua coragem", prosseguiu o filho. "Ela nos deixou 19 anos depois que meu pai, Stan, morreu", escreveu ele na página da mãe no Facebook. Rice e Stan, que morreu em 2002, tiveram dois filhos —​Michelle, morta aos cinco anos de idade, e Christopher.

O enterro será em cerimônia privada no mausoléu da família Rice, localizado no Metairie Cemetery, em Nova Orleans.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.