Descrição de chapéu
Livros

Biografia de Roland Barthes tece relação entre crítica e verdade

Livro não traz novos fatos sobre pensador, mas uma análise minuciosa da obra entremeada pela vida

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

No ano de 2015, comemorou-se na França o centenário do nascimento de Roland Barthes (1915-1980), um dos mais importantes pensadores do século 20. Foi naquele ano que a professora universitária, tradutora e crítica literária Tiphaine Samoyault lançou este "Roland Barthes – Biografia", extenso e aprofundado trabalho de interpretação da vida e obra de Barthes.

A biografia começa às avessas, narrando em detalhes a morte (e não o nascimento) do autor de "Fragmentos de um Discurso Amoroso". Esse método por si só já desperta o interesse do leitor. Samoyault expõe ali não apenas as circunstâncias físicas e as motivações psíquicas da morte de seu biografado, mas também o que essa opção implica em termos de construção da narrativa de uma vida.

O semiólogo francês Roland Barthes, em 1963, fotografado por Henri Cartier-Bresson - Reprodução

Assim a autora justifica sua escolha: "A morte conduz à escritura e justifica a narrativa da vida. Ela começa e recomeça o passado, faz emergirem formas e figuras novas. É porque alguém morre que começamos a contar sua vida. A morte recapitula e congrega. Razão pela qual comecei esta Vida por sua narrativa".

É como se essa escolha por começar pelo fim remetesse, simbolicamente, a teses fundamentais da obra do grande semiólogo, crítico literário e escritor Roland Barthes, tais como "A Morte do Autor", "O Grau Zero da Escritura", "O Rumor da Língua" etc.

Claro que esta não é a primeira biografia de Barthes (há diversas outras, algumas mais ensaísticas, outras quase romanceadas como a do próprio pensador: "Roland Barthes por Roland Barthes", de 1977).

Não há exatamente novos fatos biográficos sobre Barthes neste texto de Samoyault, mas uma análise minuciosa da obra entremeada pelos fatos da vida (ou vice-versa), que contribui para um conhecimento mais aprofundado do pensamento dele, de sua ideologia a seu processo de escrita: do marxismo ao existencialismo, do estruturalismo à psicanálise.

Desde 2009, quando Michel Salzedo, meio-irmão de Barthes e detentor dos direitos autorais da obra, liberou a publicação de diários ainda inéditos do autor ("Diários da Viagem à China" ou "Diário do Luto", por exemplo), detalhes da vida íntima de Barthes, como sua homossexualidade ou sua particular relação de dependência afetiva da mãe, ganharam publicidade.

O mérito desta biografia de Samoyault encontra-se também no modo como ela consegue agregar à análise da obra e da vida de seu biografado as contribuições das relações pessoais e intelectuais dele com importantes personalidades da arte e da academia francesas de sua época, como a escritora Julia Kristeva ou o psicanalista Jacques Lacan.

Outros grandes nomes de seu círculo de amizades se apresentam no livro como se fossem diversas das "aulas" que constituem a existência de Barthes, já indicadas nos títulos de alguns capítulos: "Barthes e [André] Gide", "Barthes e [Jean Paul] Sartre", "Barthes e [Philippe] Sollers", "Barthes e [Michel] Foucault".

A leitura do texto é cativante menos por ser um apanhado de revelações de uma vida do que um estudo pessoal cuidadoso e apaixonado pela obra barthesiana.

A autora assim diz: "Não sou contemporânea de Roland Barthes. Tinha 11 anos quando ele morreu e ouvi pela primeira vez seu nome seis anos mais tarde num curso de filosofia no qual me pediram para ler ‘O Prazer do Texto’. Entretanto, ele é meu contemporâneo porque sei que lhe devo uma maneira de ler literatura, uma relação que teço entre crítica e verdade, e a convicção de que o pensamento procede de uma escritura. Contando a história de seus caminhos, existencial, intelectual e literário, quero compreender parte daquilo que me formou e o que tornou essa formação possível".

Roland Barthes – Biografia

  • Preço R$ 98 (616 págs.)
  • Autor Tiphaine Samoyault
  • Editora 34
  • Tradução Sandra Nitrini
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.