Bibliotecas em realidade virtual, ópera de Debussy e mais 5 dicas culturais

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[EXPOSIÇÃO] A Biblioteca à Noite

Sesc Avenida Paulista. (11) 3170-0800. De ter. a sáb., das 10h30 às 21h; dom., das 10h30 às 18h30. Até 10/2. Grátis.

Numa instalação de realidade virtual concebida pelo escritor argentino Alberto Manguel e pelo diretor canadense Robert Lepage, o espectador se vê imerso em dez bibliotecas diferentes, entre elas a de Sainte-Geneviève, em Paris, e a do Congresso Americano, em Washington. Algumas delas não existem mais, como a de Alexandria, e há outras fictícias, como a do capitão Nemo. Para visitar, é necessário se inscrever no site do Sesc.

Exposição imersiva “A Biblioteca à Noite”, concebida pelo diretor canadense Robert Lepage e por seu grupo Ex Machina a partir da obra de Alberto Manguel
Exposição imersiva “A Biblioteca à Noite”, concebida pelo diretor canadense Robert Lepage a partir da obra de Alberto Manguel - Ex Machina/Divulgação

[ÓPERA] Pelléas et Mélisande

Theatro Municipal de São Paulo. (11) 3053-2090. Sex. (12 e 19) e qua. (17), às 20h; dom. (14 e 21), às 18h. De R$ 20 a R$ 120.

No centenário da morte de Claude Debussy, um de seus espetáculos mais famosos é reencenado sob direção de Iacov Hillel e com a Orquestra Sinfônica Municipal, regida por Alessandro Sangiorgi. Nos papéis do triângulo amoroso principal, estão a brasileira Rosana Lamosa, o americano Stephen Bronk e o chinês Yunpeng Wang.

 

[LITERATURA] Machado de Assis

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin. (11) 2648-0310. De seg. a sex., das 8h30 às 17h30. Até 22/11. Grátis. 

Com curadoria de Hélio de Seixas Guimarães, professor de literatura brasileira da USP, a biblioteca traz uma exposição com textos raros e primeiras edições do escritor. São 108 itens que vão de periódicos e revistas com textos machadianos a livros com dedicatórias curiosas. 

 


[EXPOSIÇÃO] Rodrigo Sassi

Centro Cultural Banco do Brasil. (11) 3113-3651. De qua. a seg., das 9h às 21h. Até 22/10. Grátis.

O artista apresenta 20 obras inéditas criadas desde 2016, entre xilogravuras, instalações e esculturas, nas quais ele usa materiais descartados da construção civil da cidade e procura dar-lhes novos significados.

obra em metal
"Corpo Acomodado" (2018), de Rodrigo Sassi - Daniela Ometto/Divulgação

[LIVRO] Jacques Rancière

Editora Unesp. 83 págs. R$ 24.

“Figuras da História” traz dois ensaios de 1996, nos quais o filósofo francês reflete sobre os recortes do mundo sensível para a construção de sentido em diferentes formas de arte. Num deles, analisa o cinema de memórias de Chris Marker e Sergei Eisenstein; no outro, a pintura histórica de Jacques-Louis David, Goya e Kandinsky.

 

[CURSO] Direitos Humanos

Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. (11) 3254-5600. Ter. e qui., das 19h30 às 21h30 (exceto feriados). De 9/10 a 22/11. R$ 80.

O contexto e a atualidade da Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, serão discutidos em 12 aulas. Entre os palestrantes, a socióloga Wânia Pasinato, o psicanalista Paulo Endo e José Sergio Fonseca de Carvalho, professor de filosofia da educação na USP.

 

[MOSTRA] Patricio Farías

Galeria Bolsa de Arte. (11) 3812-7137. De seg. a sex., das 10h às 19h; sáb., das 11h às 17h. Até 17/10. Grátis.

O artista chileno radicado no Brasil apresenta um panorama de sua produção desde os anos 1980. Ele usa técnicas artesanais para dar forma a materiais como madeira, tecido e metais, criando maquetes, esculturas, objetos e instalações. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.