Descrição de chapéu greve dos caminhoneiros

Frota de ônibus no estado do Rio está em 50%

Percentual é maior do que o verificado nesta quinta, quando apenas 30% dos ônibus circularam

Lucas Vettorazzo
Rio de Janeiro

A paralisação dos caminhoneiros ainda afeta a circulação de ônibus urbanos no estado do Rio nesta sexta-feira (25). Segundo estimativa da Fetranspor (Federação das Empresas de Ônibus do Rio), apenas 50% da frota de de 23 mil ônibus estão rodando. 

Esse percentual é um pouco maior do que o verificado na quinta-feira, quando apenas 30% dos ônibus estavam em circulação. 

Os coletivos não estão deixando as garagens em razão da dificuldade de abastecimento dos veículos. Há, desde segunda-feira (21) piquetes em frente à Reduc, a refinaria da Petrobras em Duque de Caxias, na Baixada fluminense. 

Corredor de ônibus da BRT na cidade do Rio de Janeiro
Corredor de ônibus da BRT na cidade do Rio de Janeiro - Fábio Teixeira - 01.ago.2015/Folhapress


Na capital do estado, de acordo com estimativa da Rio Ônibus, a estimativa mais recente era que apenas 58% dos coletivos estavam nas ruas. O BRT (Bus Rapid Transit), que são os coletivos articulados que trafegam por faixa exclusiva, estão com apenas 43% da frota na rua e com cerca de 40 estações fechadas. 

A situação de falta de combustíveis nos postos ainda permanece crítica. Segundo o Sindicomb, o sindicato dos postos do município do Rio, com a dificuldade de reposição dos estoques, a previsão é que até o final desta sexta-feira 90% dos postos associados estarão sem combustível para vender. O Rio tem 850 postos em sua capital, 400 dos quais associados ao sindicato. 

A situação, de acordo com o sindicato, ainda é "crítica". Segundo a assessoria, a ronda entre postos nesta manhã mostrou que apenas um entre os cerca de 50 verificados tinha combustível, ainda que em pouco volume, disponível. As filas nos postos se intensificou durante a madrugada desta sexta-feira (25).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.