Encomendas de aviões da Boeing superam Airbus no 1º semestre

Fabricante pretende entregar até 815 aeronaves em 2018; 6,8% que em 2017

Os pedidos de jatos de passageiros da Boeing no primeiro semestre foram mais do que o dobro dos feitos à europeia Airbus e as entregas da companhia norte-americana subiram 7,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Boeing, maior fabricante de aviões do mundo, recebeu 460 encomendas no período, informou a companhia nesta terça-feira (10). Na semana passada, a Airbus divulgou 206 pedidos recebidos. Os novos pedidos da Boeing marcam uma recuperação da companhia, depois que perdeu a corrida no ano passado para a Airbus.

Avião da Boeing modelo 737 MAX 9 em aeroporto de Washington, Estados Unidos - Associated Press

A Boeing informou que pretende entregar entre 810 e 815 aeronaves comerciais em 2018, 6,8% a mais do que os 763 jatos despachados em 2017. O volume coloca a empresa à frente da rival europeia pelo sexto ano consecutivo. A Airbus, por outro lado, prevê a entrega de cerca de 800 aviões em 2018.

A Boeing informou que as entregas do primeiro semestre subiram 7,4%, para 378 aeronaves, lideradas por jatos 737, de corredor único. A Airbus entregou 303 aeronaves no primeiro semestre, uma queda de 1% em relação ao ano anterior.

Na última quinta-feira (5), a Boeing e a Embraer anunciaram que a americana pagará US$ 3,8 bilhões (R$ 14,7 bilhões) por 80% da operação de jatos comerciais da companhia brasileira, que ficará em uma nova empresa a ser criada.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.