Petrobras e Eletrobras fecham acordo de negociação de dívidas

Regras para o fornecimento de gás para geração de energia no Amazonas também foram negociadas

São Paulo

 A Petrobras fechou um novo acordo de negociação de dívidas com a Eletrobras e sua subsidiária no Estado do Amazonas para recomposição de garantias e equacionamento de dívidas em atraso, anunciou a petroleira na noite de segunda-feira em fato relevante.

O novo acordo também estabelece regras para o fornecimento de gás para a geração de energia no Amazonas, acrescentou a estatal.

Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro - Sergio Moraes/Reuters

Segundo a Petrobras, foi acertado um aditivo ao instrumento de confissão de dívida celebrado em 2014 para recomposição de garantias pela Eletrobras, originalmente previstas, no valor de R$ 3,826 bilhões.

Também foi celebrado um aditivo ao reconhecimento de dívida, no montante de R$ 571,8 milhões, pelo fornecimento de gás ocorrida após a negociação de 30 de abril com a Amazonas Energia.

O acordo prevê ainda a assunção de dívida no valor de R$ 3,069 bilhões pela Eletrobras, caso a elétrica tenha sucesso no leilão de desestatização da Amazonas Energia, marcado para a próxima semana.

"A Petrobras entende que a presente negociação reforça suas garantias, melhora seu procedimento de cobrança e assegura a contínua busca de seus direitos", disse a empresa em fato relevante.

"Vale ainda destacar que no âmbito das negociações e dos instrumentos contratuais delas resultantes, a Petrobras resguardou o seu direito de buscar o pagamento dos custos relacionados a obrigações de 'ship or pay', conforme acordado em aditivos anteriores dos contratos", concluiu a petroleira.

Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.