Descrição de chapéu Previdência

Calculadoras da Previdência: veja como a proposta de reforma afeta você

Quem não tiver cumprido requisitos para se aposentar precisará esperar mais quando nova lei estiver valendo

Ana Estela de Sousa Pinto
São Paulo

*

Para trabalhadores do setor privado

A proposta de reforma do governo Bolsonaro acaba com a atual aposentadoria por tempo de contribuição (que não tem idade mínima).

A calculadora abaixo mostra a partir de que idade será possível se aposentar, se a reforma for aprovada sem alterações pelo Congresso —ela precisa ter três quintos de votos favoráveis (308 deputados de 49 senadores), em duas votações em cada Casa. 

Para manter a atualidade do resultado, os cálculos consideram que a nova lei comece a valer em 1º/1/2020. A calculadora vale para trabalhadores urbanos em geral (professores do ensino básico, deficientes, trabalhadores rurais e quem exerce atividade em condições prejudiciais à saúde têm regras diferentes).

Leia aqui mais detalhes sobre as regras de transição.


Para servidores filiados a regimes próprios

A maior parte dos servidores filiados a regimes próprios (RPPS) terá que esperar no mínimo até 62 anos de idade (homens) e 57 anos (mulheres) para se aposentar, de acordo com a proposta de reforma previdenciária do governo Bolsonaro.

Uma trava nas regras de transição para servidores torna inócua a promessa feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) de elevar as idades apenas para 62 (homens) e 57 anos (mulheres) e deixar que futuros governos reavaliassem o caso.

A calculadora abaixo mostra a partir de que idade será possível se aposentar, se a reforma for aprovada sem alterações pelo Congresso —ela precisa ter três quintos de votos favoráveis (308 deputados de 49 senadores), em duas votações em cada Casa. 

Para manter a atualidade do resultado, os cálculos consideram que a nova lei comece a valer em 1º/1/2020. A calculadora vale para os servidores em geral (professores do ensino básico, policiais, agentes penitenciários ou socioeducativos, deficientes e quem exerce atividade em condições prejudiciais à saúde têm regras diferentes).

Leia aqui mais detalhes sobre as regras de transição.

Para professores da rede pública, filiados a RPPS

Uma trava nas regras de transição para servidores torna inócua a promessa feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) de elevar as idades apenas para 62 (homens) e 57 anos (mulheres) e deixar que futuros governos reavaliassem o caso.

Professores também são afetados por essa trava. Simulações feitas a partir das regras para professores da rede pública mostram que, também no caso deles, a exigência de atingir um número mínimo de pontos eleva de cara a idade mínima para aposentadoria para pelo menos 59 anos (homens) e 52 anos de idade (mulheres).

Hoje, professores do ensino público precisam chegar aos 55 anos e 30 de contribuição (homens) ou 50 anos e 25 de contribuição.

A calculadora abaixo mostra a partir de que idade será possível se aposentar, se a reforma for aprovada sem alterações pelo Congresso —ela precisa ter três quintos de votos favoráveis (308 deputados de 49 senadores), em duas votações em cada Casa. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.