Descrição de chapéu Previdência Governo Bolsonaro

Há trabalho e disposição do governo para aprovar reformas, diz presidente do Itaú

Banqueiro citou reforma da Previdência, sem entrar em detalhes sobre aprovação

Tássia Kastner Ivan Martínez-Vargas
São Paulo

O presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher, afirmou que há trabalho e disposição por parte do governo federal em fazer reformas consideradas necessárias para melhorar a produtividade da economia brasileira.

“Há trabalho no governo, há direção e há uma disposição muito grande de atingir objetivos que levem o país a ter maior produtividade, maior competitividade”, disse o executivo.

O presidente do Itaú Unibanco, Cândido Bracher
O presidente do Itaú Unibanco, Cândido Bracher - Marcelo Chello/Folhapress

Ele citou a reforma da Previdência, que traria equilíbrio fiscal, e também a melhor governança com o projeto de independência do Banco Central.

Em uma fala breve, cerca de cinco minutos, em encerramento de um evento do banco, Bracher não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Tampouco deu detalhes sobre a magnitude da reforma e o prazo de aprovação. 

O presidente do Itaú falou imediatamente após o secretário de privatizações do governo, Salim Mattar.

O banqueiro afirmou que Mattar trouxe “um banho de entusiasmo” à plateia ao apresentar o plano de desinvestimentos e que as mudanças trazem a possibilidade “de ter um país mais produtivo nos próximos anos e à altura da economia”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.