Governo apresenta nova tabela do frete com até 15% de reajuste

Novo cálculo também incluirá cobrança do valor das diárias dos caminhoneiros

Brasília

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) publicou nesta quinta-feira (16) a nova tabela do frete rodoviário. Os reajustes variam de 11% a 15%, dependendo do tipo de carga ou operação.

A resolução do órgão incluiu no cálculo do piso a cobrança do valor das diárias do caminhoneiro. A conta também considera atualização monetária de itens como pneus e manutenção.

Em outra alteração, o contratante será obrigado a pagar frete de retorno para os casos de operações em que o caminhão é impedido de trazer carga na volta da viagem, como os transportadores de combustível.

A foto mostra um pedágio no meio da estrada. Alguns cones estão enfileirados na frente, indicando o caminho para os motoristas
Reajustes da nova tabela do frete rodoviário variam de 11% a 15% - Joel Silva/Folhapress

Os valores da tabela do frete são reajustados a cada seis meses. As regras da nova resolução passam a valer na próxima segunda-feira(20).

De acordo com a ANTT, as normas e valores foram definidos após diálogo com o setor e os caminhoneiros “com o intuito de atender aos pleitos da categoria”.

Formalmente chamada de Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, a tabela foi instituída em 2018 pelo então presidente Michel Temer após greve de caminhoneiros.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.